8 eventos ao vivo

Bruno Silva revela "pressão familiar" para fechar com o Cruzeiro

10 dez 2017
09h27
atualizado às 09h28
  • separator
  • 0
  • comentários

Bruno Silva não esconde a vontade de vestir o azul do Cruzeiro em 2018. Com conversas já avançadas entre o time mineiro e o Botafogo, com quem possui contrato até o final da próxima temporada, o jogador aguarda um sinal positivo da diretoria carioca para fechar com o novo clube. A expectativa é tanta, que até seus familiares estão fazendo um apelo pelo acerto.

"O pessoal (da família) já me liga e pede camisa do Cruzeiro. Nem tenho a camisa ainda. Se for o Cruzeiro o meu destino, ficarei muito honrado e feliz. Se eu fechar aqui, vocês verão o mesmo Bruno de 2017", contou, em entrevista à Rádio Itatiaia.

Jogar a Libertadores do ano que vem é a principal motivação de Bruno Silva, que não conseguiu a classificação com o Alvinegro. Mineiro de origem, nascido em Nova Lima, o meia também tem o desejo de voltar a jogar em algum clube do estado de Minas Gerais, algo que só conseguiu no início da carreira e em times menores. Na Raposa, estaria mais próximo da família.

"O Itair (Machado, representante do Cruzeiro) já teve uma reunião com a diretoria do Botafogo. Sou grato ao Botafogo, mas meu sonho é jogar a Libertadores, e o Cruzeiro vai jogar a Libertadores, como joguei com o Botafogo neste ano. O Inter também entrou em contato. Se eu for para o Cruzeiro, vou ficar muito feliz. É um time multicampeão", revelou.

Seja no Botafogo, seja no Cruzeiro ou no Internacional (que também manifestou interesse em contar com seu futebol), o jogador pretende definir seu futuro o quanto antes. "Eu estava conversando com o meu empresário para a gente resolver esta semana. Se eu fico em Belo Horizonte, se eu continuo no Rio ou vou para Porto Alegre", afirmou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade