2 eventos ao vivo
Logo do Brasileiro Série B
Foto: terra

Brasileiro Série B

Três campeões da Série A passam sufoco na Série B

9 ago 2019
10h28
atualizado às 10h34
  • separator
  • 0
  • comentários

Guarani, Coritiba e Sport são times de muita tradição no futebol brasileiro e de conquistas gloriosas. Os três já ganharam o título da principal competição do País. Hoje, estão em situação difícil na Série B, fora da zona de classificação que vai conduzir ao final da temporada quatro times à elite do Brasileiro de 2020.

Lance da partida entre Sport e Coritiba, válida pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2019, na Arena Pernambuco
Lance da partida entre Sport e Coritiba, válida pela 14ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro 2019, na Arena Pernambuco
Foto: RAFAEL VIEIRA / Estadão

A equipe paulista, campeã em 1978, com duas vitórias nas partidas finais contra o Palmeiras, contava naquele ano com jogadores de ponta, como Zenon e Careca, e acabou apresentando ao mundo o treinador Carlos Alberto Silva, de 39 anos, que iniciava ali sua carreira. Hoje, o Guarani é o pior do trio e ocupa a 18ª posição, portanto está flertando com o rebaixamento para a Terceira Divisão.

O Coritiba, campeão brasileiro em 1985, numa final com o Bangu num Maracanã com mais de 90 mil torcedores, chegou àquele título graças a uma equipe com força no conjunto e ao trabalho do técnico Ênio Andrade. De lá para cá, participou de 24 edições da série de elite do futebol nacional. Caiu pela última vez para a Série B em 2017 e agora está apenas na sexta posição da tabela.

O Sport sagrou-se campeão em 1987, naquele controverso campeonato com a divisão de clubes em módulos coloridos – verde, amarelo e branco. Desde então, já esteve 22 vezes na Série A. Naquela oportunidade, dispunha de um time aguerrido, comandado por Jair Picerni, mas sem nenhum grande destaque individual. Um dos grandes do futebol do Nordeste, o Sport vai ter de trabalhar muito se quiser voltar à Primeira Divisão em 2020 – ocupa no momento a oitava posição na Série B, para a qual caiu no ano passado.

Veja também:

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade