0
Logo do Brasileiro Série B
Foto: terra

Brasileiro Série B

Goiás vence, breca sequência invicta do CSA e entra no G4 da Série B

10 ago 2018
21h17
atualizado às 21h44
  • separator
  • comentários

O Goiás é o mais novo integrante do G4 do Campeonato Brasileiro da Série B. Jogando em casa, no Olímpico, os comandados de Ney Franco derrotaram o CSA, que teve sua noite comprometida pela expulsão do zagueiro Xandão ainda no primeiro tempo. Os gols da vitória por 3 a 0 foram anotados por Michael, Lucão e Felipe Gedoz.

Com o resultado, o Esmeraldino dá continuidade a sua reação dentro da competição. Depois de somar apenas dois pontos nas primeiras sete rodadas, o clube alcança a nona vitória nas últimas 13 partidas e aparece momentaneamente entre os quatro primeiros, com 30 pontos. O Azulão, por sua vez, tem a sequência de 10 jogos sem derrota quebrada, mas segue em segundo lugar, com 34 pontos.

Na rodada seguinte, o Goiás vai a Florianópolis, onde enfrenta o Figueirense, no Orlando Scarpelli, às 21h30 (de Brasília) da próxima sexta-feira. No dia seguinte, às 21h (de Brasília), o CSA busca reabilitação na competição diante do São Bento em casa, no Estádio Rei Pelé.

CSA fica em desvantagem no placar e no número de jogadores

Mesmo jogando em seus domínios, o Goiás tinha uma postura retraída e apostava em jogadas de transição rápida, com poucos toques na bola para assustar o adversário. O CSA, por sua vez, ditava o ritmo da partida, mas tinha dificuldades para encontrar os homens de frente em posição favorável para o arremate.

Diante desse cenário, a estratégia do Esmeraldino teve mais êxito e a equipe de Ney Franco criou boas chances de gol no início da partida. Na primeira, Renato Cajá recebeu dentro da área, o meia girou sobre a marcação e bateu para boa defesa do goleiro Felipe Garcia. Mais tarde, Felipe, meio-campista do Goiás, aproveitou falha da zaga rival e carimbou o travessão.

Depois de tanto tentar, os mandantes, enfim, abriram o marcador. João Afonso desarmou Alemão e acionou Renato Cajá na ponta esquerda, onde o ex-Ponte Preta e Vitória cruzou na medida para o artilheiro Lucão se atirar na bola e balançar as redes.

Se a situação do clube alagoano já era ruim, ficou pior nos últimos minutos do primeiro tempo, quando o zagueiro Xandão agarrou o autor do gol esmeraldino e recebeu o segundo amarelo, deixando sua equipe com um jogador a menos. Aproveitando o bom momento, o Goiás seguiu no ataque, mas não voltou a marcar antes do apito derradeiro do árbitro.

Michael e Gedoz decretam triunfo esmeraldino

Ciente da importância de marcar o segundo tento para não correr riscos, o Goiás seguiu em cima na etapa complementar. O participativo Lucão sofreu falta na entrada da área aos sete minutos. Na cobrança, Renato Cajá arrematou com perfeição, mas viu a bola caprichosamente explodir no travessão de Felipe Garcia.

A pressão esmeraldina não cessou com o decorrer do tempo. Após passe errado de Celsinho, Michael ficou com a bola, invadiu a área e mandou na trave, que insistia em brecar o ataque dos mandantes. Mais tarde, o atacante fez outra boa jogada e finalizou para intervenção do arqueiro.

A superioridade dos mandantes resultou no segundo gol apenas os 36 minutos da etapa complementar, quando Rafinha chutou forte de direita e Michael pegou o rebote, balançando as redes e coroando uma ótima atuação no setor ofensivo da equipe de Ney Franco.

Abatido, o Azulão abdicou de qualquer tentativa de marcar após o segundo tento e se mantinha retraído no campo de defesa. Diante disso, ao som do "olé" de sua torcida, o Goiás chegou ao terceiro tento através de Felipe Gedoz, que completou cruzamento de cabeça e deu números finais à partida: 3 a 0.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 3X0 CSA

Local: Estádio Olímpico Pedro Ludovico, Goiás (GO)

Data: 10 de agosto de 2018 (sexta-feira)

Horário: 19h15 (Brasília)

Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Assistentes:  Felipe Alan Costa de Oliveira e Ricardo Junio de Souza (MG)

Cartões Amarelos: Xandão (duas vezes), Taiberson, Celsinho e Rafinha (CSA). Giovanni e Lucão (Goiás)

Cartão Vermelho: Xandão (CSA)

Gols: 

GOIÁS: Lucão aos 29 minutos do 1ºT, Michael aos 36 minutos do 2°T e Felipe Gedoz aos 43 minutos do 2ºT.

GOIÁS: Marcos; Alex Silva, Victor Ramos, David Duarte e Ernandes; João Afonso, Giovanni (Léo Sena), Felipe Garcia (Rafinha) e Renato Cajá; Michael e Lucão (Felipe Gedoz)

Técnico: Ney Franco

CSA: Felipe Garcia; Celsinho, Leandro, Xandão e Rafinha; Yuri, Juan (Hugo Cabral), Didira e Daniel Costa (Velicka); Taiberson (Roger) e Alemão

Técnico: Marcelo Cabo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade