1 evento ao vivo
Logo do Brasileiro Série B
Foto: terra

Brasileiro Série B

Brasil de Pelotas perde para o Vila Nova e se aproxima do Z-4 da Série B

30 jul 2019
21h23
  • separator
  • 0
  • comentários

O Brasil de Pelotas foi derrotado nesta terça-feira para o Vila Nova por 2 a 0 no Estádio Bento Freitas pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Mais uma vez, o Xavante não conseguiu impor o seu estilo de futebol e mostrou que precisa melhorar muito caso queira seguir na segundona do próximo ano. Já o Tigre teve mais atitude, determinação e acabou sendo premiado com um resultado justo. Neto Moura e Jeferson marcaram para os goianos.

Com o resultado, o Brasil de Pelotas ocupa a 14ª colocação, com 14 pontos e fica na frente do Vila Nova que tem o mesmo número de pontos, porém tem uma vitória a mais. Em sete jogos em seus domínios, o Xavante tem cinco derrotas e apenas dois triunfos.

Na próxima rodada o Brasil de Pelotas recebe o Vitória no sábado, às 11h(de Brasília), no Bento Freitas. No mesmo dia o Vila Nova pega o Figueirense, às 19h15(de Brasília), no Serra Dourada.

Brasil de Pelotas sofreu revés em casa nesta terça-feira (Foto: Carlos Insaurriaga/GEB)

O Jogo - As duas equipes se estudam nesse começo de partida. Depois dos 10 minutos, os visitantes se lançam para o ataque. Aos 08, Nirley saltou sozinho e deu testaço. O arqueiro do Tigre salvou no meio do gol.

Na bola parada os donos da casa criaram a melhor oportunidade de jogo. Aos 17, Jeferson cruzou na área, a zaga do Brasil cortou mal e Ramon emendou para fora. Sem muita criatividade no meio-campo, o Xavante apostou na base da empolgação e disposição chegar ao primeiro gol. Aos 23, Ramon costurou na defesa do Brasil de Pelotas da esquerda para a direita, que tocou para Neto Moura que chutou cruzado. Carlos Eduardo foi traído pelo quique da bola e deixou entrar.

Depois de marcar o gol, os goianos ganharam tranquilidade no duelo e deixam toda a responsabilidade com os mandantes. Tentando buscar a igualdade, o Brasil apela para o expediente de levantamentos de bolas altas.

Muita transpiração e empenho, porém a qualidade técnica deixa bastante a desejar de ambos os times. Aos 48, Magno bateu firme de fora da área e Carlos defendeu. A etapa inicial mostrou um Vila Nova mais objetivo na chance que teve. Já o Brasil de Pelotas tem que melhorar do meio para frente caso queira virar o jogo.

Para reverter a desvantagem no segundo tempo, o técnico Bolívar sacou o volante Leandro Leite para a entrada do meia Murilo Rangel. Aos 04, Bruno Paulo recebeu o lançamento na cara de Rafael Santos e chutou em cima do goleiro. Grampola tentou pegar o rebote de primeira e mandou pela linha de fundo.

No contra-ataque o Vila Nova começou a levar perigo. Aos 08, Robinho recebeu na grande da área e encheu o pé. O chute saiu torto, por cima do gol de Carlos Eduardo. Dois minutos depois, Maílson dominou, faz o pivô e tocou para Ramon. O meia bateu firme, mas por cima da meta.

Com o passar do tempo, a torcida Xavante vem vaiando o time em campo. Aos 16, Romário recebeu da escorada na entrada da área e bateu colocado buscando o canto esquerdo de Carlos Eduardo, mas a bola foi pela linha de fundo. Após ter pressionado os goianos, o Xavante perdeu intensidade e já não assusta a meta de Rafael Santos.

Em uma bela jogada o Vila Nova ampliou o marcador. Aos 26, Jeferson recebeu um passe açucarado e caiu na cara do goleiro. Ele soltou a bomba, mas Carlos Eduardo não conseguiu impedir o gol. Aos 29, Mailson chutou cruzado na trave. No rebote, Robinho chutou em cima de Carlos Eduardo. Que baita chance desperdiçou o Tigre de chegar ao terceiro tento. Aos 33, No bate-rebate do sistema defensivo do Vila Nova, a bola sobrou para Diogo Oliveira que bateu forte. O goleiro do Vila faz grande defesa.

Bem melhor no jogo, o Tigre chegou mais uma vez com perigo. Aos 36, Diego Jussani chutou de virada e Carlos Eduardo espalmou para escanteio. Sem forças para reagir, o Brasil sofreu mais um revés em seus domínios e não consegue se distanciar do Z-4. Por sua vez, o Vila Nova ganhou um respiro na competição.

Ficha Técnica

Brasil de Pelotas 0 x 2 Vila Nova

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas-RS

Data: 30 de julho (terça-feira)

Horário: 19h15min (de Brasília)

Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (PR)

Assistentes: Rafael Trombeta (PR) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)

Cartão amarelo: Felipe Rodrigues, Mailson (Vila Nova), Carlos Jatobá, Heverton (Brasil)

Gol: Neto Moura (Vila Nova), aos 23 minutos do primeiro tempo e Jeferson (Vila Nova), aos 26 minutos do segundo tempo.

Brasil de Pelotas: Carlos Eduardo, Ricardo Luz, Bruno Aguiar, Nirley e Heverton; Leandro Leite (Murilo Rangel), Carlos Jatobá, Diogo Oliveira e Bruno Paulo; Cristian (Elias) e Rafael Grampola (Rodrigo Alves). Técnico: Bolívar

Vila Nova: Rafael Santos; Jeferson, Patrick Marcelino, Diego Jussani e Romário; Magno, Ramon, Neto Moura; Robinho (Capixaba), Mailson (Bruno Mota) e Carlinhos (Felipe Rodrigues). Técnico: Marcelo Cabo

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade