2 eventos ao vivo

Vasco leva virada do Atlético-GO e cai na tabela do Campeonato Brasileiro

10 set 2020
23h09
atualizado às 23h30
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Vasco não mostrou o mesmo desempenho do início do Campeonato Brasileiro e foi derrotado por 2 a 1 pelo Atlético-GO, em São Januário. Com o resultado, os cruzmaltinos seguem com 14 pontos, mas se distanciam dos líderes. Já os goianos chegaram a nove e saem da zona de rebaixamento.

O Atlético-GO foi melhor no primeiro tempo, mas desperdiçou as melhores chances de abrir o placar. No segundo tempo, os visitantes continuaram tendo o domínio, mas viram o Vasco marcar, com Cano. Só que os goianos foram buscar a virada, com dois gols de Renato Kayser.

Na próxima rodada, o Vasco terá o clássico contra o Botafogo, no domingo, no Nilton Santos. No mesmo dia, o Atlético-GO viaja para enfrentar o Bahia, em Salvador.

O jogo

O Vasco esboçou uma pressão no início, mas tinha dificuldade em passar pela marcação. Só que quem levou perigo foi o Atlético-GO, aos nove minutos. Chico recebeu passe na área, mas chutou sobre o travessão.

Os visitantes seguiram melhores, aproveitando os espaços dados pelo Vasco. O Atlético-GO teve nova chance aos 24 minutos. Após cruzamento, a bola chegou em Gustavo Ferrareis, que chutou mal.

Enquanto o Vasco seguia mal na frente, o Atlético-GO permanecia criando boas oportunidade de marcar. Desta vez, aos 35 minutos, Chico recebeu passe na área e chutou para grande defesa de Fernando Miguel.

Os donos da casa só chegaram com perigo aos 38 minutos. Em avanço rápido, Henrique entrou na área e chutou cruzado para boa defesa de Jean. Depois, foi a vez de Bruno César chutar sobre o travessão.

Nos minutos finais, o duelo ficou mais equilibrado. As duas equipes buscavam os avanços, mas pecavam na parte ofensiva. Assim, o jogo seguiu empatado até o intervalo.

No segundo tempo, o Atlético-GO voltou melhor e quase abriu o placar no primeiro minuto. Janderson recebeu na área, de frente para Fernando Miguel, mas tentou por cobertura e parou no goleiro cruzmaltino.

Os visitantes continuaram melhores e tiveram mais uma chance aos 12 minutos. Edson pegou rebote e chutou da entrada da área para grande defesa de Fernando Miguel.

Quando o Vasco era mais dominado, a equipe carioca chegou ao gol, aos 16 minutos. Talles Magno tentou a finalização, mas viu a bola desviar em dois defensores do Atlético-GO. Germán Cano estava atento e aproveitou para mandar para a rede.

Só que não deu nem tempo para os donos da casa comemorarem. No minuto seguinte, o Atlético-GO chegou ao empate. Renato Kayser aproveitou cruzamento, se antecipou a Marcelo Alves e mandou para o gol.

Depois disso, o confronto diminuiu o ritmo e ficou aberto. Com espaço, o Atlético-GO foi mais competente e virou o jogo aos 28 minutos. Renato Kayser aproveitou novo cruzamento e cabeceou para a rede.

Após o novo revés, o Vasco foi em busca do empate, mas errava muito. Somente aos 39 minutos, os donos da casa quase marcaram. Ygor Catatau fez boa jogada e tocou para Cano, que finalizou em cima de Jean. No rebote, Yago Pikachu chutou para uma nova defesa do goleiro goiano.

Nos minutos finais, os vascaínos ainda buscaram uma pressão e chegaram a marcar com Cano, mas o gol foi anulado após auxílio do VAR por bola no braço do argentino. Assim, os donos da casa tiveram que amargar a primeira derrota em casa na Série A.

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 2 ATLÉTICO-GO

Local: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 10 de setembro de 2020, quinta-feira

Hora: 21h (de Brasília)

Árbitro: Heber Roberto Lopes (SC)

Assistentes: Alex dos Santos (SC) e Thiaggo Americano Labes (SC)

VAR: Rafael Traci (SC)

Cartões amarelos: Talles Magno e Vinícius (Vasco); João Victor (Atlético-GO)

Cartão vermelho: Bruno Gomes (Vasco)

GOLS

VASCO: Germán Cano, aos 16min do segundo tempo

ATLÉTICO-GO: Renato Kayser, aos 17min do segundo tempo e 28min do segundo tempo

VASCO: Fernando Miguel, Yago Pikachu, Miranda, Marcelo Alves e Henrique; Andrey (Marcos Júnior), Fellipe Bastos (Bruno Gomes) e Carlinhos; Bruno César (Ribamar), Talles Magno (Ygor Catatau) e Germán Cano

Técnico: Ramon Menezes

ATLÉTICO-GO: Jean, Dudu, João Victor, Éder e Nicolas; Edson, Marlon Freitas (Matheus Vargas) e Chico (Oliveira); Janderson (Matheuzinho), Renato Kayzer (Hyuri) e Gustavo Ferrareis (Everton Felipe)

Técnico: Vagner Mancini

Veja também:

Confira a repercussão da morte de Maradona na Argentina e pelo mundo
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade