3 eventos ao vivo

Tailson minimiza transação frustrada para o Barcelona: "maior desejo era ficar no Santos"

7 out 2019
22h19
  • separator
  • 0
  • comentários

Autor do gol da vitória sobre o Vasco no último sábado, Tailson ficou próximo de sequer jogar pelo time profissional do Santos. Isso porque o atacante viajou à Espanha com negociações avançadas para acertar com o Barcelona, porém a transferência não foi concretizada.

Em entrevista coletiva concedida nesta segunda-feira, o jogador de 20 anos falou sobre o impasse nos últimos meses e deixou claro que sua maior vontade sempre foi permanecer no Peixe e realizar um sonho.

"Barcelona é um grande clube, como todos sabem, tudo mundo o desejo de jogar lá. Quando voltei para cá, me deu um pouco de confiança, agora vou me dedicar mais. O Barcelona é um clube sensacional, mas meu maior desejo era ficar no Santos e jogar no profissional", afirmou o jogador.

Tailson marcou o gol da vitória do Santos contra o Vasco (Foto: Ivan Storti/Santos)
Tailson marcou o gol da vitória do Santos contra o Vasco (Foto: Ivan Storti/Santos)
Foto: Gazeta Esportiva

"Foi importante o Sampaoli ter acreditado no meu trabalho e ter me dado uma oportunidade. Busquei, segui trabalhando firme e estou muito feliz pela estreia incrível, um sonho que acabou sendo realizado", completou.

O contrato de Tailson junto ao Santos havia se encerrado em abril deste ano e o jogador ficou livre para acertar com o Barcelona. Depois da negociação frustrada com os espanhóis, o atacante retornou ao Brasil e renovou até 2021 com o Peixe, fazendo sua estreia no profissional no último sábado.

Tailson garante que o insucesso de sua transação para o Barcelona não o afetou e que o processo de renovação aconteceu rapidamente.

"Foram momentos difíceis nesses últimos meses que passei, questão de resolver o contrato. Graças a Deus deu tudo certo, o maior objetivo foi alcançado, que era acertar com o Santos e fazer minha estreia. Aconteceu muito rápido, não esperava isso, em dois meses voltei a treinar com o elenco, então isso foi muito importante para mim. Eu também estava preparado psicologicamente, não deixei me abalar, porque sabia que esse momento chegaria", finalizou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade