PUBLICIDADE

STJD organiza reunião para prevenir eventuais conflitos na final da Libertadores

21 out 2021 10h38
| atualizado às 10h38
ver comentários
Publicidade

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD) organizou uma reunião nesta quarta-feira com integrantes do Tribunal do Futebol, CBF e várias agências de segurança. O encontro teve como objetivo montar estratégias e antecipar problemas que poderão ocorrer durante a final da Libertadores entre Palmeiras e Flamengo, agendada para o dia 27 de novembro, em Montevidéu (URU).

A discussão girou em torno dos perigos do deslocamento de mais de 20 mil torcedores pelo sul do Brasil até Montevidéu, supostos conflitos já anunciados pelas redes sociais entre as torcidas dos clubes e soluções para diminuir os riscos.

Segundo o Coordenador Brasileiro da Força Tarefa, auditor do Pleno do STJD do Futebol, Mauro Marcelo de Lima e Silva, "o objetivo dessa operação é a proteção dos cidadãos brasileiros e uruguaios; dos torcedores de ambos os clubes, bem como medidas para antecipar riscos, evitar crises e, na eventualidade mitigar seus efeitos, colaborando todas as agências envolvidas, de forma altamente profissional, elevando a imagem do futebol sul-americano e a imagem do Brasil no exterior".

Um encontro anterior já havia sido realizado em Manaus com integrantes do STJD, policiais paulistas e uruguaios, além da Gerência de Segurança da Associação Uruguaia de Futebol e da Conmebol. As dezenas de medidas que serão tomadas, não reveladas por questões de sigilo, serão discutidas pela força tarefa na próxima semana.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade