2 eventos ao vivo

São Paulo deixa Maracanã revoltado com arbitragem

10 out 2009
19h15
atualizado às 23h40
  • separator

Wilton Pereira Sampaio. Para os jogadores e o técnico do São Paulo, este é o nome do responsável pela derrota por 2 a 1 para o Flamengo, que deixa o time mais longe do título do Campeonato Brasileiro. O Tricolor se revoltou com o árbitro por conta do gol de empate do rival rubro-negro.

» Fotos de Flamengo x São Paulo
» Petkovic brilha e Fla vence São Paulo
» Veja a classificação atualizada
» Confira a tabela e os resultados
» Receba os gols do seu time pelo celular
» Comente a vitória do Flamengo

O polêmico lance ocorreu aos 19min do segundo tempo. Jorge Wagner tentou afastar o perigo na área, mas acertou Toró. O juiz de Brasília marcou pênalti e mandou a cobrança voltar depois que Rogério Ceni defendeu chute de Petkovic. Na segunda chance, o sérvio não perdoou.

"O cagaço é grande", esbravejou o goleiro tricolor ao ser questionado se o árbitro sentiu a pressão da torcida da casa. Outro que não conseguiu deixar de soltar um palavrão ao comentar o lance foi Richarlyson. "É f... levantar a cabeça depois de o árbitro dar um pênalti que não foi e ainda mandar voltar", revoltou-se o volante.

Ricardo Gomes não usou o mesmo palavriado dos comandados, mas mesmo assim conseguiu bater forte em Wilson Pereira Sampaio. "O árbitro decidiu o jogo", resumiu o técnico. "No meu ver nem foi pênalti. Depois o Rogério ficou com um pé na linha e deu só um passo".

Para o treinador, esta é a segunda vez em um curto período de tempo que o time é prejudicado pelos homens do apito. "Raramente falo de arbitragem, mas é a segunda vez seguida fora de casa que isso nos atrapalha. Contra o Náutico já dificultaram as coisas, expulsaram dois jogadores nossos...Árbitro bom é aquele que você não ouve falar depois do jogo. Não foi isso que aconteceu aqui hoje", concluiu.

Veja também:

Veja onde estão 24 andarilhos no futebol brasileiro
Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
publicidade