PUBLICIDADE

Santos leva gol em fim de jogo e perde do Cuiabá

Clube chegou ao sexto jogo sem vencer no ano, e pode fechar o turno apenas um ponto à frente da zona de rebaixamento

4 set 2021 23h04
| atualizado às 23h12
ver comentários
Publicidade
Santos, de Marcos Guilherme, ficou no empate no encerramento do primeiro turno (Divulgação / Twitter Santos)
Santos, de Marcos Guilherme, ficou no empate no encerramento do primeiro turno (Divulgação / Twitter Santos)
Foto: Lance!

O Santos encarou o Cuiabá na noite deste sábado, 4, na Arena Pantanal, e encerrou o primeiro turno do Campeonato Brasileiro da mesma forma que começou a competição: com derrota.

Os dois gols do Cuiabá foram marcados nas costas dos laterais-esquerdos do Santos. O primeiro, logo aos 4 minutos, foi de Jonathan Cafu, após falha de marcação de Felipe Jonatan. O segundo, de Elton, foi aos 43 do segundo, em cruzamento que Moraes, baixinho, não conseguiu cortar. Gabriel Pirani fez o gol do Peixe e definiu o 2 a 1.

O resultado levou o time da Vila Belmiro ao sexto jogo sem vitória na temporada, e certamente contribuirá para aumentar a pressão sobre os ombros do técnico Fernando Diniz, que vem sofrendo com as críticas pelo mau futebol do time.

O Peixe volta a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado (11), mais uma vez às 21 horas, para iniciar o returno diante do Bahia, na Vila Belmiro. O rival bateu o Alvinegro Praiano por 3 a 0 na abertura da competição, e a busca por uma revanche é, mais do que nunca, necessária para o time de Fernando Diniz.

O jogo

A principal novidade do time neste sábado foi o atacante Léo Baptistão, recém-chegado do futebol chinês. O novo dono da camisa 9, aliás, foi um dos poucos que se salvaram na noite. O estreante mostrou muita disposição, ajudou na marcação e teve chance de deixar sua marca, mas parou nas mãos do bom goleiro Walter.

O que Baptistão não contava, no entanto, era com a falha de marcação de Wagner Leonardo e Felipe Jonathan logo aos 4 minutos. A dupla foi enganada por uma leve casquinha de Cabrera, que encontrou Jonathan Cafu nas costas do camisa 3, livre para finalizar sem chances para João Paulo.

O técnico Fernando Diniz, que teve uma semana livre para trabalhar o time, tentou corrigir o time ainda no primeiro tempo, sacando Jean Mota para a entrada de Lucas Braga e passando Marcos Guilherme para a armação.

A troca surtiu pouco efeito e o Santos seguiu apostando praticamente tudo nos cruzamentos para a área, agora com a presença de Léo Baptistão. Pouco para chegar ao empate antes da descida para o intervalo.

Moraes é herói e vilão

O Santos voltou para o segundo tempo com Moraes na vaga de Felipe Jonatan. O time melhorou um pouco, parou de apenas cruzar bolas na área para Léo Baptistão, e o empate chegou.

Gabriel Pirani, que já havia acertado a trave de Walter em um chute de fora da área, aproveitou boa jogada de Moraes e Lucas Braga para, na invertida de bola, bater de primeira e empatar: 1 a 1.

Moraes, que estava bem na partida, acabou indo de herói a vilão, ao não conseguir cortar um cruzamento para a área e ver o atacante Elton, que também começou no banco, ganhar de cabeça e decretar a vitória do Cuiabá: 2 a 1.

O Santos chegou a 7 derrotas em 19 jogos no Campeonato Brasileiro. O Santos venceu só 5 vezes e empatou outras 7 no primeiro turno. Dependendo dos resultados do domingo, pode fechar a primeira metade da competição apenas um ponto à frente da zona de rebaixamento.

Lance!
Publicidade
Publicidade