0

Perto de sequência decisiva, Tricolor joga responsabilidade para rivais

28 set 2018
18h03
atualizado às 18h15
  • separator
  • 0
  • comentários

O São Paulo se complicou no Campeonato Brasileiro ao ficar no empate em 1 a 1 com o América-MG na última rodada. Agora, o time de Diego Aguirre só continua na liderança porque possui um ponto a mais que Palmeiras e Internacional, os próximos adversários do Tricolor após a partida deste domingo, contra o Botafogo, no Engenhão. Apesar da dura sequência, o discurso interno não é de desespero, muito pelo contrário.

"A gente sabe que jogar no São Paulo é jogar com pressão, manter a primeira colocação no campeonato aumenta ainda mais a nossa responsabilidade. Nós temos que olhar para o nosso time e fazer a nossa parte. Os adversários que vêm vindo atrás são quem tem que olhar para a gente. Temos que fazer nossa parte domingo, com uma vitória. Os outros adversários que se preocupem com a gente", disse Edimar em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

Neste Brasileirão, o lateral-esquerdo reserva do São Paulo já entrou em campo nove vezes. No domingo, a tendência é que ele volte a ser titular, uma vez que o atacante Everton ainda não se recuperou de uma fibrose na coxa esquerda e deverá ser substituído por Reinaldo, improvisado na ponta.

Sem margem para erro, o São Paulo volta a defender sua liderança no Rio de Janeiro, domingo, às 16h (de Brasília). Depois, o time terá a missão de superar o Palmeiras no Morumbi, no próximo dia 6/10, antes de viajar a Porto alegre, onde encara o Internacional, no dia 14/10. Três jogos que certamente mostrarão até onde o Tricolor pode chegar na competição.

"É uma sequência dificílima, esses três pontos no domingo serão de suma importância. O Botafogo também vai querer vencer o jogo. Faltando 12 rodadas para o fim do campeonato você não vai querer deixar escapar esses pontos", completou Edimar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade