PUBLICIDADE

Brasileiro Série A

Palmeiras é absolvido após identificar torcedor que cuspiu em Tite

Verdão poderia receber uma multa de até R$ 100 mil, mas ajuda em encontrar o culpado ajudou na absolvição do clube

12 jun 2024 - 14h42
Compartilhar
Exibir comentários
Foto: Lucas Bayer/ Jogada 10 - Legenda: Palmeiras é absolvido após identificar torcedor que cuspiu em Tite / Jogada10

O Palmeiras foi absolvido pela 3ª Comissão Disciplinar do STJD por ter identificado e encaminhado para a Justiça o torcedor que cuspiu no técnico Tite, do Flamengo, durante o embate entre as duas equipes. A sessão aconteceu nesta quarta-feira (12).

O Verdão estava sendo julgado pelo artigo 213, parágrafo um, do Código Brasileiro de Justiça Desportiva que fala em "deixar de tomar providências capazes de prevenir e reprimir desordens em sua praça de desporto". Se recebesse uma punição, o Palmeiras poderia receber uma multa de R$ 10 mil a R$ 100 mil. Contudo, o clube acabou absolvido.

Para o STJD, o Palmeiras cumpriu todas as medidas para identificar e punir o torcedor. Assim, uma multa não tinha cabimento, de acordo com o tribunal. O episódio aconteceu em abril deste ano. O Verdão encarou o Flamengo no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. A partida acabou empatada em 0 a 0.

Após a jogo, o técnico Tite reclamou do episódio na coletiva de imprensa. Assim, o Palmeiras decidiu procurar nas câmeras do Allianz Parque e também no sistema de biometria facial do estádio. Aliás, ao achar o culpado, o Verdão fez um boletim de ocorrência e entregou as imagens à Polícia.

O torcedor não teve seu nome revelado, mas se tratava de um cliente do programa Passaporte, gerido pela Real Arenas, braço da WTorre, empresa que o Palmeiras teve alguns conflitos neste ano. De acordo com a construtora, o indivíduo teria seu passaporte cancelado, mas até agora nada acabou sendo confirmado.

Siga o Jogada10 nas redes sociais: TwitterInstagram e Facebook.

Jogada10
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade