2 eventos ao vivo

 Nos pênaltis, Flamengo perde Taça Asa Branca para o Ceará

22 jan 2016
00h02
  • separator
  • 0
  • comentários

Após empate por 3 a 3 no tempo normal, o Flamengo levou a pior na disputa por pênaltis e perdeu por 4 a 3 para o Ceará, que ficou com a Taça Asa Branca, nesta quinta-feira, na Arena Castelão. Este foi o primeiro teste dos rubro-negros sob o comando do técnico Muricy Ramalho, que pôde ver a estreia do argentino Mancuello.

No primeiro tempo, o Ceará, com os titulares, levou a melhor com gol de Siloé. Na etapa final, os donos da casa fizeram o segundo com Bill, mas viram o Flamengo virar com gols de Emerson Sheik, Marcelo Cirino e Salazar, contra. Só que os cearenses chegaram ao terceiro com Serginho. Nos pênaltis, Wallace e Paolo Guerrero desperdiçaram suas cobranças e decretaram a derrota.

O Flamengo segue pelo Nordeste, onde vai realizar novo amistoso, no domingo, contra o Santa Cruz, em Recife.

O jogo - O Flamengo começou a partida já criando uma boa chance logo com dois minutos. Após cobrança de falta na área, Guerrero se antecipou ao zagueiro e tocou para o gol, mas a bola passou próximo a trave e foi para fora. A resposta do Ceará veio somente aos dez. Siloé foi lançado e chutou cruzado, só que Paulo Victor estava atento para fazer boa defesa.

O Ceará melhorou após o lance e passou a pressionar o Flamengo. Aos 22 minutos, após saída errada da zaga, Alex Amado chutou para nova defesa de Paulo Victor. Só que aos 25, os cearenses chegaram o gol na Arena Castelão. Guilherme Biteco acionou Siloé na área. O atacante levou a melhor sobre Wallace e chutou sem chance para Paulo Victor.

Mesmo após o gol, o Ceará seguiu melhor em campo. Tanto que aos 29 minutos, Alex Amado tocou para Siloé na área, mas desta vez o atacante errou o alvo e colocou para fora. No entanto, os cearenses diminuíram o ritmo e permitiram que o Flamengo con equlibrasse o confronto nos últimos minutos. Mesmo assim, os donos da casa foram para o intervalo com a vantagem no placar.

No segundo tempo, com a equipe totalmente modificada, o Ceará marcou o segundo gol logo aos três minutos. Assisinho cruza rasteiro na área e Bill só teve o trabalho de colocar para a rede. Os rubro-negros reclamaram muito com arbitragem alegando impedimento do atacante.

Depois disso, os donos da casa passaram a administrar o resultado, mas viu o Flamengo marcar seu primeiro gol aos 13 minutos. O recém-contratado Mancuello lançou Emerson Sheik na área. O atacante dominou a bola e finalizou para a rede.

O Flamengo ganhou ânimo após o gol e passou a pressionar o Ceará. Aos 22 minutos, Marcelo Cirino cruzou pela direita, Guerrero cabeceou, mas viu o goleiro Douglas fazer grande defesa para salvar os cearenses.

Com o passar do tempo, os rubro-negros aumentaram a pressão. O Ceará pouco chegava ao ataque e se preocupava mais em se defender. Aos 35 minutos, após boa trocas de passes, Emerson Shelik chutou para fora. No entanto, dois minutos depois, o Flamengo chegou ao empate. Emerson cruzou para Guerrero, só que o zagueiro Salazar tentou cortar e acabou colocando para a própria rede.

Nos minutos finais, o confronto ganhou ainda mais emoção. Aos 41 minutos, Marcelo Cirino aproveitou cruzamento de Chiquinho e colocou para a rede. Só que no minuto seguinte, o meia Serginho acertou belo chute e deixou o placar empatado novamente.

Com isso, o duelo foi decidido na disputa de pênaltis. Nas cobranças, Wallace e Paolo Guerrero perderam suas cobranças e decretaram a derrota rubro-negra para os cearenses.

FICHA TÉCNICA:

CEARÁ-CE 3 (4) X 3 (3) FLAMENGO-RJ

Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)

Data: 21 de janeiro de 2016, quinta-feira

Hora: 21h30 (de Brasília)

Árbitro: César Magalhães (CE)

Assistentes: Madonio Ribeiro e Nailton Oliveira (ambos do CE)

Renda: R$ 718.495,00

Público: 34.498 pagantes

Cartões amarelos: Robertinho (Flamengo); Marcelo Cirino (Flamengo)

GOLS

CEARÁ: Siloé, aos 25min do primeiro tempo; Bill. aos 3min do segundo tempo; Serginho, aos 42min do segundo tempo

FLAMENGO: Emerson Sheik, aos 13min do segundo tempo; Salazar (contra), aos 38min do segundo tempo; Marcelo Cirino, aos 41min do segundo tempo

CEARÁ: Everson (Douglas), Tiago Cametá (Robertinho), Charles (Salazar), Carlão (Tiago) e Fernandinho (Sanchez); Baraka (Ricardo Conceição), João Marcos (Emanuel Biancucchi), Jhonnatann (Ricardson) e Guilherme Biteco (Serginho); Alex (Assisinho) (Roni) e Siloé (Bill)

Técnico: Lisca

FLAMENGO: Paulo Victor, Rodrinei (Pará), Wallace, Juan (Cesar Martins) e Jorge (Chiquinho); William Arão (Jonas) (Alan Patrick), Márcio Araújo (Canteros), Gabriel (Marcelo Cirino) e Everton (Mancuello); Emerson Sheik e Paolo Guerrero

Técnico: Muricy Ramalho

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade