PUBLICIDADE

Na reestreia de Cuca no Atlético-MG, Internacional ganha por 3 a 0 e se reabilita no Brasileirão

31 jul 2022 - 18h03
(atualizado às 18h27)
Ver comentários
Publicidade

O Internacional não quis saber da reestreia do técnico Cuca no Atlético-MG, onde foi campeão nacional e da Copa do Brasil em 2021, e derrotou o rival por 3 a 0, neste domingo, no estádio Beira-Rio, em Porto Alegre, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro, a primeira do segundo turno. O meia-atacante Maurício foi o destaque ao marcar dois gols; Wanderson anotou o outro dos colorados.

Com o triunfo, o Internacional se recupera da derrota sofrida na rodada passada para o líder Palmeiras por 2 a 1, em São Paulo, com um gol sofrido nos últimos minutos. Agora com 33 pontos, o clube gaúcho ultrapassou o próprio Atlético-MG e assumiu a sexta colocação.

Já o clube de Minas Gerais está ladeira abaixo na tabela de classificação do Brasileirão. Depois de quase ser líder há algumas rodadas, desta vez caiu três colocações ao ser ultrapassado por Athletico-PR, Flamengo e Internacional. É agora o sétimo colocado, com 32 pontos.

Os dois times voltam as suas atenções para competições continentais neste meio de semana. O Internacional enfrentará o Melgar, no Peru, nesta quinta-feira, às 19h15 (de Brasília), pela rodada de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. Na mesma situação, mas pela Copa Libertadores, o Atlético-MG receberá o Palmeiras, nesta quarta, às 21h30, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

O jogo - Em campo, o Internacional dominou o primeiro tempo. Logo aos seis minutos, já estava na frente do placar com um belo gol de Maurício. Após bola escorada por Alemão, o meio-campista avançou com espaço e bateu forte de longe para fazer o primeiro.

Assustado com a desvantagem no placar, o Atlético-MG tentou aos poucos se reorganizar, mas foi praticamente abatido com dois gols colorados em um intervalo de sete minutos. Aos 23, uma boa trama do Internacional pela direita fez a bola chegar em Edenilson, que cruzou rasteiro. Wanderson, livre, completou para a rede.

Sem dar chances ao rival, o clube gaúcho ampliou aos 30 minutos. Após roubada de bola de Edenilson, De Pena acionou Maurício, que ajeitou para o pé esquerdo e mandou para as redes.

Ainda antes do intervalo o Atlético-MG tentou uma reação. Aos 34 minutos, Ademir completou cruzamento da esquerda para grande defesa do goleiro Daniel e, no minuto seguinte, Hulk cobrou falta de muito longe direto para o gol, passando perto.

Mas foi na segunda etapa que o Atlético-MG mostrou força e encurralou o Internacional. Só não fez o gol, muito por conta da boa atuação de Daniel, o que deixou Cuca muito irritado na beira do campo.

Logo aos cinco minutos, Jair parou no goleiro colorado. Aos 10, foi a vez do lateral esquerdo Guilherme Arana tentar e mandar para fora. Aos 14, o chileno Vargas cabeceou por cima. E para completar, aos 17, Arana chutou da entrada da área e a bola, após desvio no zagueiro Vitão, bateu no travessão e saiu.

Do outro lado, o Internacional procurou administrar o resultado obtido no primeiro tempo e buscou os contra-ataques. Teve um com o atacante Pedro Henrique, aos 36 minutos, mas não aproveitado.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 3 X 0 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data: 31 de julho de 2022, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza (SP)

Assistentes: Danilo Ricardo Simon Manis e Daniel Paulo Ziolli (ambos de SP)

VAR: Daiane Caroline Muniz dos Santos (SP)

Renda: Não disponível

Público: Não disponível

Cartões amarelos: Mercado (Internacional); Ademir (Atlético-MG)

Gols:

INTERNACIONAL: Maurício (aos 6min e aos 30min do 1º tempo) e Wanderson (aos 23min do 1º tempo)

INTERNACIONAL: Daniel; Bustos, Mercado (Kaíque Rocha), Vitão e Renê; Gabriel, Edenilson (Estevão), De Pena e Maurício (Johnny); Wanderson (Pedro Henrique) e Alemão (Braian Romero).

Técnico: Sidnei Lobo (auxiliar)

ATLÉTICO-MG: Everson; Mariano, Nathan Silva, Junior Alonso e Guilherme Arana (Dodô); Allan, Jair (Rubens) e Nacho Fernández (Pedrinho); Ademir (Vargas), Keno (Eduardo Sasha) e Hulk.

Técnico: Cuca

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade