1 evento ao vivo

Eduardo Barroca quer tirar lições da derrota

21 jul 2019
14h20
  • separator
  • 0
  • comentários

O técnico Eduardo Barroca confessou que não esperava que o Botafogo fosse derrotado dentro de casa, neste domingo, para o Santos. Em entrevista coletiva, o técnico do Alvinegro de General Severiano disse que o grupo precisa tirar uma lição do resultado negativo e que vai tentar colocar em prática os ajustes necessários para melhorar a produção da equipe. Barroca disse que pretende rever o jogo com frieza e depois sentar com os jogadores para cobrar o que não andou bem durante a partida. o técnico disse ter confiança de que o Botafogo vai passar por cima dessas dificuldades e seguir adiante.

"O torcedor não precisa ter dúvidas. Se eu precisa tomar atitudes, vou tomá-las. Seja de forma de jogar, de cobrança, de escolhas. Eu sou o principal responsável", afirmou.

Eduardo Barroca revelou ser o principal responsável pela derrota (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

Barroca explicou que o Santos começou melhor e que depois o Botafogo conseguiu equilibrar o jogo, mas lamentou que o time não tivesse aproveitado os 20 minutos em que esteve com um jogador a mais em campo.

Para o treinador botafoguense, os jogadores estão trabalhando e se dedicando muito e que ele precisa encontrar uma forma de transformar esse esforço em vitórias. E disse que vai ter precisar ter clareza para não fazer cobranças equivocadas.

As vaias da torcida após o jogo foram justificadas por Eduardo Barroca. O técnico alvinegro disse que os torcedores esperavam uma vitória e ficaram frustrados com o resultado negativo. Barroca disse que o Botafogo precisa melhorar para alcançar uma pontuação adequada no Campeonato Brasileiro e ter sucesso na Copa Sul-Americana. Ele lembrou que a torcida apoiou durante o jogo inteiro e depois desabafou com justa razão.

"O torcedor do Botafogo apoiou o jogo todo, é muito importante falar. Vai no embalo do time. Precisamos ser a locomotiva desse trem, trabalhar duro, ter atitude e vencer. A responsabilidade de manter o torcedor do nosso lado é nossa", enfatizou.

O treinador do Botafogo elogiou o estilo de Jorge Sampaoli e disse que tem muito respeito pelo trabalho e pela história do técnico santista, embora considere que ele tem uma forma diferente de trabalhar e alcançar bons resultados com suas equipes.

"Você olha o Santos jogar e vê um bom futebol. Tem predominância técnica. E a gente também, gosto de futebol assim. Respeito muito a história dele, o trabalho que vem fazendo", revelou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade