7 eventos ao vivo

Criciúma e América não saem do zero e permanecem na parte de baixo da tabela

11 mai 2019
12h54
atualizado em 13/5/2019 às 16h01
  • separator
  • 0
  • comentários

Em partida válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, Criciúma e América-MG ficaram em um empate por 0 a 0 na manhã deste sábado, jogando no estádio Heriberto Hulse. A partida marcou a estreia do treinador Mauricio Barbieri no Coelho, que foi o escolhido para substituir Givanildo Oliveira.

As duas equipes precisavam de um resultado positivo após um início sem brilho na competição, porém nenhum dos lados saiu com três pontos. Com a bola rolando, o Criciúma foi superior, tendo duas bolas no travessão, porém não foi o suficiente para balançar as redes. O América pouco fez no ataque e permanece sem marcar gols na Série B após três rodadas.

Com o resultado, o Criciúma chegou a dois pontos somados, na 14ª colocação. Na próxima rodada, o time visitará o Atlético Goianiense na sexta-feira, às 19h15. Enquanto isso, o América somou seu primeiro ponto na competição e foi à 16ª posição. O próximo compromisso da equipe é contra o Sport, em casa, no domingo da semana que vem, às 16h.

O jogo - A primeira chance criada na partida foi do Criciúma. O time mandante trabalhou a bola pela direita e então inverteu o lado, encontrando Caíque, que avançou e disparou de muito longe. O goleiro Jori foi buscar no ângulo direito. O Tigre focava suas ações ofensivas sempre pelo lado de campo, utilizando o apoio dos laterais, que possuem características ofensivas.

Na jogada seguinte, o lado acionado foi o direito. Wesley fez a inversão e encontrou Maicon, que fez o cruzamento com perfeição, na cabeça de Lúcio Flávio, que estava livre. O centroavante perdeu uma ótima chance, testando no travessão. O Criciúma permaneceu pressionando e arriscando de fora da área. Dessa vez, Vinícius recebeu na intermediária pela esquerda, trouxe para dentro e disparou uma bomba, à direita do gol de Jori.

O América conseguiu levar perigo pela primeira vez quando Neto Berola apostou em uma jogada individual. Aproveitando sua velocidade, o atacante passou por um defensor e finalizou na entrada da área, porém Paulo Gianeizini fez a defesa sem grande dificuldade.

Na segunda etapa, o Criciúma permaneceu melhor na partida. A primeira chance veio com Eduardo, que recebeu pela direita, ajeitou para dentro e, de fora da área, finalizou de chapa buscando o ângulo esquerdo. A bola passou raspando a trave.

Maicon apareceu novamente no apoio pela direita e cruzou para a área. Léo Gamalho escorou de cabeça para Wesley, que ajeitou e chutou forte no travessão. Na sequência, o América voltou a levar perigo depois de um longo tempo com um chute de longa distância de Leandro Silva. O lateral-direito arriscou de muito longe e a bola passou perto do forquilha esquerda da meta defendida por Gianeizini.

A partir de então, o Coelho deu sinais de que se lançaria ao ataque. Zé Ricardo enfiou bela bola nas costas da zaga para França, que entrou com velocidade na área e chutou rasteiro para a defesa com os pés do goleiro. No fim da partida, os dois times buscaram cruzamentos, com o objetivo de marcar de cabeça, porém não foram efetivos e o jogo terminou com o placar zerado.

FICHA TÉCNICA

CRICIÚMA 0 X 0 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Heriberto Hulse, Santa Catarina

Data: 11 de abril de 2019, Sábado

Horário: 11h (de Brasília)

Árbitro: Cláudio Francisco Lima e Silva (SE)

Assistentes: Fábio Pereira (TO) e Ailton Farias da Silva (SE)

Cartões amarelos: Eduardo (Criciúma, 28 minutos do 1º tempo), Leandro Silva (América, 41 minutos do 1º tempo), Jonatas Belusso (América, 42 minutos do 1º tempo), Marlon (Criciúma, 43 minutos do 1º tempo), Mauricio Barbieri (América, 45 minutos do 2º tempo)

Cartão vermelho:

CRICIÚMA - Paulo Gianeizini, Maicon (Liel), Léo Santos, Sandro, Caíque (Marlon); Adilson Goiano, Wesley, Eduardo, Daniel Costa, Vinícius; Lúcio Flávio (Léo Gamalho).

Técnico: Gilson Kleina.

AMÉRICA - Jori, Leandro Silva, Pedrão, Paulão, João Paulo; Zé Ricardo, Juninho e Marcelo Toscano; Felipe Azevedo, Neto Berola (França) e Jonatas Belusso (Christian)

Técnico: Maurício Barbieri.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade