PUBLICIDADE

Corinthians divulga punição a torcedor que acendeu sinalizador no Majestoso

25 mai 2022 17h38
ver comentários
Publicidade

O Corinthians anunciou, na tarde desta quarta-feira, que identificou e irá punir o torcedor que acendeu um sinalizador no setor sul da Neo Química Arena no clássico conta o São Paulo, no último domingo, em jogo que terminou empatado em 1 a 1, pelo Brasileirão.

Segundo o clube, o torcedor infringiu o Estatuto de Defesa do Torcedor em seu Artigo 13 A, parágrafo único, inciso VII, e ficará suspenso do programa Fiel Torcedor e banido da entrada no estádio no mínimo até o julgamento no Supremo Tribunal de Justiça Desportiva, que ocorrerá no prazo de 40 dias.

O Corinthians ainda escreveu na nota que "a presença da Fiel é essencial para o Timão em campo e pedimos aos torcedores que cooperarem com o Corinthians e com a administração da Neo Química Arena no sentido de evitar o risco de multas e de punições como perda de mando de jogo ou jogo com portões fechados. Não acendam sinalizadores ou quaisquer tipos de fogos de artifício, não arremessem objetos nem invadam o gramado e não gritem ou cantem mensagens racistas, homofóbicas ou ofensivas em geral".

Sobre esta última parte, o árbitro goiano Wilton Pereira Sampaio relatou na súmula do jogo, disponibilizada no site oficial da CBF, que foram ouvidos cantos homofóbicos por parte dos corintianos e o arremesso de objetos - moedas e um isqueiro - para o gramado.

Na zona mista após o Majestoso, o presidente Duilio Monteiro Alves já havia repudiado as ações de alguns torcedores presentes na Arena.

"A gente é totalmente contrário a esse tipo de canto, da mesma forma que eu falei aqui do racismo, da acusação (de estupro) ao Robson (Bambu), também esse tipo de canto e homofobia o Corinthians é contra. O Corinthians vem conversando com seus torcedores, vem fazendo campanhas contra a homofobia".

O Alvinegro entra em campo nesta quinta-feira para enfrentar o Always Ready, da Bolívia, na Neo Química Arena, a partir das 21h (de Brasília), em partida válida pela última rodada da fase de grupos da Libertadores.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade