PUBLICIDADE

Coordenador do América-MG se pronuncia sobre saída de Mancini: "É quebra de um trabalho que estava dando certo"

15 out 2021 15h17
| atualizado às 15h17
ver comentários
Publicidade

O coordenador de futebol do América-MG, Marcus Salum, se pronunciou nesta sexta-feira sobre a saída de Vagner Mancini, e esclareceu a situação para os torcedores. De acordo com o dirigente, o técnico já havia fechado com o Grêmio e pediu o desligamento do Coelho através de um telefonema. 

"Recebi uma ligação do empresário do Vagner Mancini e ele estava na linha comunicando que tinha recebido uma proposta oficial do Grêmio. Tentamos conversar e negociar talvez uma nova premiação, mas colocaram com clareza que já tinham fechado a proposta e queriam se desligar", disse Salum.

"Perguntaram como poderia ser. Disse para seguir os canais normais, vai pagar a multa e o pedido de rescisão. Não vou abrir mão disso, porque é a quebra de um trabalho que estava dando muito certo. Foi um dia difícil e um momento muito difícil", completou. 

O presidente do América-MG já tinha se manifestado nas redes sociais e não cogitava a ida de Mancini ir ao Grêmio. "Ele está em um ambiente sadio, tranquilo, onde construímos uma família. Deixa a gente continuar trabalhando e vai encher o saco de outro", escreveu Alencar da Silveira Júnior.

O coordenador do time tranquilizou a torcida e disse que internamente tudo está resolvido. De acordo com Marcus, o clube já está em busca de outro treinador que se encaixa nos conceitos do clube.

"A mensagem que eu quero passar é para a torcida do América ter tranquilidade. Nós já estamos amadurecidos no futebol há muitos anos para enfrentar essa situação. Elas se repetem porque é um futebol poluído. E esse é o futebol brasileiro, não adianta criar leis", declarou Salum.

"O América vai buscar um novo treinador e não vai demorar para fazer isso. Estamos discutindo um perfil. De repente, sempre o treinador do América é um dos melhores do Brasil. Deve ser porque o América tem um terreno fértil onde o trabalho é de qualidade", afirmou.

Para a próxima partida do América, quem estará a frente da equipe será o auxiliar permanente Diogo Giacomini. O compromisso é neste sábado, às 21 horas (de Brasília), contra o Bahia, pelo Campeonato Brasileiro.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade