PUBLICIDADE

Conmebol lança músicas para Palmeiras e Flamengo na semana da final da Libertadores

22 nov 2021 17h06
| atualizado às 17h06
ver comentários
Publicidade

Nesta segunda-feira, a Conmebol divulgou em suas redes sociais músicas criadas para celebrar Palmeiras e Flamengo, que disputam a final da Libertadores neste sábado, às 17h (horário de Brasília), no Estádio Centenário, em Montevidéu-URU.

O hit do Palmeiras tem características do forró eletrônico e foi gravado na voz de Marlon Góes, que já ficou conhecido por emplacar diversas músicas temáticas do Verdão.

Veja a música para o Palmeiras na íntegra:

Ô, vamos ganhar Porco! Lá vem o Palmeiras chegando, não tem para ninguém. O manto é verde e branco, e a torcida vem também. Lá da arquibancada, a porcada já gritou: Avanti, meu Palestra, que o Palmeiras chegou! Ô, o Palmeiras chegou, vamos ganhar Porco! Jogamos por amor. Em busca da glória eterna, meu Palmeiras chegou. Em busca da glória eterna, o atual campeão. Torcida que canta e vibra, Palmeiras de coração, e o tri da Liberta já virou obsessão. Avanti meu Palestra, avanti meu Verdão.

Já a música produzida para o Flamengo é uma regravação do Rap do Centenário, lançado em 1995, quando o clube completou 100 anos. MC Leonardo, que participou da faixa original, foi o responsável por dar voz à versão nova, que tem trechos personalizados para o time rubro-negro.

Veja a música para o Flamengo na íntegra:

Vai, Flamengo, balança a rede do adversário. Vai, Flamengo, buscar o tri no Estádio Centenário. No mesmo estádio onde tudo começou, com dois do Zico o Flamengo conquistou a Libertadores 40 anos atrás. Flamengo volta para o Uruguai querendo mais, porque agora ele vai buscar o tri, deixando mais de 40 milhões de torcedores aguardando ele voltar, a glória eterna o Flamengo quer alcançar. Diego Alves é o nosso salvador, que ele não treme isso ele já provou. Isla e Rodrigo estão sempre na contenção, David e Filipe junto com o Willian Arão, Andreas vem criando com o Everton Ribeiro, Arrascaeta debochado o tempo inteiro. Tem Gabigol, e como diz o BH: hoje, o Flamengo está em outro patamar.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
Publicidade
Publicidade