13 eventos ao vivo

CBF justifica torcida única no jogo entre Palmeiras e Flamengo

29 nov 2019
22h26
atualizado às 22h26
  • separator
  • 0
  • comentários

Após a definição da partida entre Palmeiras e Flamengo com torcida única, a CBF soltou uma nota na noite desta sexta-feira para justificar a decisão. A entidade reiterou ser contrária a realização de partidas sem torcedores visitantes, mas optou por acatar o pedido formulado pelo Ministério Público e pela Polícia Militar de São Paulo.

Palmeiras x Flamengo não terá torcida visitante (Foto: Cesar Greco/SEP)
Palmeiras x Flamengo não terá torcida visitante (Foto: Cesar Greco/SEP)
Foto: Gazeta Esportiva

Os órgãos paulistas entendem que o jogo é de alto risco, uma vez que Verdão e Rubro-Negro vivem um clima acentuado de rivalidade, potencializado pelas provocações dos cariocas após o título continental. O duelo acontece neste domingo, ás 16 horas (de Brasília), no Allianz Parque, pela 36ª rodada do Brasileiro.

Em São Paulo, os clássicos são disputados com torcida única desde 2016. Essa será a primeira vez neste período que a torcida visitante de clubes de fora do estado será proibida de entrar em uma partida realizada em solo paulista.

Dono de 84 pontos, o Flamengo já confirmou o título nacional no último final de semana. O Palmeiras, por sua vez, possui 68 pontos e briga com o Santos pelo segundo lugar.

Confira a nota emitida pela CBF:

A CBF vem a público informar que, por recomendação do Ministério Público do Estado de São Paulo, amparada em requerimento formulado pela Polícia Militar daquele Estado, não haverá a venda de ingressos para a torcida do Flamengo para a partida a ser disputada no próximo dia 01 de dezembro, entre a Sociedade Esportiva Palmeiras e o Clube de Regatas do Flamengo.

Embora seja completamente contrária à realização de partidas de futebol com torcida única, a CBF, sempre a favor da integridade física dos torcedores, mas preocupada com o equilíbrio esportivo, responsabilidade institucional e compromissos econômicos decorrentes, se viu compelida, em caráter excepcional, a acatar a recomendação em questão, em razão do grave temor manifestado pelos órgãos de segurança pública de São Paulo quanto à possibilidade de enfrentamentos violentos entre torcedores das duas equipes.

De qualquer forma, a CBF não pode deixar de consignar que, a despeito de risco similar, as autoridades públicas do Rio de Janeiro não obstruíram a presença dos torcedores palmeirenses na partida disputada no primeiro turno, o que permitiu que o Clube de Regatas do Flamengo efetuasse a venda de 4.000 ingressos à torcida do Palmeiras na ocasião.

A CBF sempre respeitará decisões embasadas provenientes de autoridades responsáveis, como o Ministério Público do Estado de São Paulo e a Polícia Militar do Estado de São Paulo, mas enfatiza que a adoção da torcida única afeta direitos de terceiros, que vão desde os patrocinadores, passando pelos telespectadores e atingindo, principalmente, os torcedores.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade