1 evento ao vivo

Cássio compara pressão sobre a Seleção com o ambiente no Corinthians

18 mai 2019
10h12
  • separator
  • comentários

Ao lado de Fagner, o goleiro Cássio irá representar o Corinthians na Copa América disputada no Brasil. Na entrevista coletiva concedida no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira, o arqueiro ressaltou que a Seleção Brasileira será pressionada por uma conquista na competição, porém garantiu que os jogadores estão preparados e que está acostumado com esse ambiente no Timão.

"Se tratando de Brasil, mesmo se fôssemos campeões, teríamos de enfrentar uma pressão. Acho que o Brasil sempre entra para buscar títulos, para ficar entre os primeiros, até pelo nível de jogadores que são convocados. São jogadores que têm destaque em todos os centros. Então se tem uma pressão muito grande, como aqui no Corinthians", comparou o goleiro.

"Quando fui para a Copa do Mundo, querendo ou não o Brasil sendo um dos grandes favoritos, havia uma pressão muito grande para ganhar, mas havia uma tranquilidade interna para se preparar e poder fazer o melhor", complementou.

Além de Cássio, Tite convocou Alisson, do Liverpool, e Ederson, do Manchester City, para a posição de goleiro. O jogador do Timão garantiu que tem a consciência de que atuou menos que os outros dois atletas pela Seleção, porém destacou que o técnico conhece de perto o seu trabalho pelos tempos de Corinthians.

"Pode ser que tenha deixado uma boa impressão, por ter sido convocado para a Copa do Mundo e agora, é um treinador que me conhece. Lógico que jogar traz uma pressão maior, mas o treinador me conhece bem e pelo o que vemos de notícias, a comissão técnica está sempre assistindo aos nossos jogos. Hoje dá até para saber em quais jogos eles estarão presentes para acompanhar os jogadores", afirmou Cássio.

"Sei que os outros dois goleiros chegaram lá com os seus méritos e jogaram mais do que eu na Seleção, mas vou treinar forte para estar preparado para qualquer oportunidade que surgir", completou o goleiro.

O Corinthians não poderá contar com Cássio e Fagner em apenas duas partidas, ambas válidas pelo Campeonato Brasileiro, contra Santos e Cruzeiro. Na entrevista coletiva concedida pela comissão técnica da Seleção, Edu Gaspar garantiu que a dupla está liberada para atuar na partida de volta contra o Flamengo na Copa do Brasil, que acontecerá no dia 14 de junho.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • comentários
publicidade