0

Barroca foi preterido pelo Botafogo em 2018 e deixou o clube

16 abr 2019
13h04
atualizado às 13h04
  • separator
  • 0
  • comentários

Nada como um dia após o outro. Eduardo Barroca foi confirmado como o novo treinador do Botafogo pouco mais de um ano depois de ter sido preterido em uma polêmica decisão do presidente Nelson Mufarrej, que acabara de assumir o cargo. O fato aconteceu nos primeiros dias de janeiro de 2018, quando Jair Ventura anunciou que estava de saída de General Severiano para aceitar o desafio de assumir o Santos.

Naquela ocasião Barroca estava prestigiado no Botafogo. Disputou sete finais nas categorias de base e ganhou quatro títulos. O mais importante deles o Campeonato Brasileiro Sub-20 com direito a um triunfo por 2 a 0 sobre o Corinthians na final, disputada na Arena Corinthians, em São Paulo. Tudo levava a crer que ele seguiria os passos de Jair Ventura e assumiria o time principal.

Porém, não foi isso que aconteceu. Em uma decisão que poucos entenderam, contrariando até mesmo o recém-contratado diretor de futebol Anderson Barros, o presidente do clube optou por Felipe Conceição, o Tigrão, comandante do Sub-17. A alegação era de que o mesmo tinha mais vivência no profissional por fazer as vezes de auxiliar técnico de Ventura.

A escolha se mostrou um fiasco. O Botafogo viveu, sob o comando de Tigrão, uma das maiores humilhações de sua história, sofrendo uma virada da Aparecidense-GO e sendo eliminado da Copa do Brasil na primeira fase. Alberto Valentim foi contratado logo depois e conduziu o time ao título carioca.

Barroca nunca reclamou publicamente, mas ficou insatisfeito e aproveitou um convite do Corinthians para deixar o clube e assumir o time sub-20 do Timão. Um ano e pouco depois, após uma sucessão de erros da gestão de Mufarrej, voltou a ter o nome lembrado e chega para conduzir os rumos do elenco na temporada de 2019.

A estreia de Barroca será também a estreia do Botafogo no Campeonato Brasileiro, dia 27 de abril, contra o São Paulo às 16h, no Morumbi. Para este jogo ele dificilmente terá o atacante Diego Souza, que sofreu estiramento grau 1 na parte posterior da coxa esquerda. A boa notícia é que o zagueiro Joel Carli, se recuperando de uma artroscopia no joelho direito, vai voltar aos trabalhos, pois está em fase de transição para a preparação física. Com dores na coxa direita, o meia chileno Leonardo Valencia também vai voltar a trabalhar com o plantel.

Barroca trabalhou com vários jovens que foram recentemente promovidos das categorias de base, como o lateral-direito Marcinho, o zagueiro Marcelo Benevenuto, o lateral-esquerdo Jonathan, o volante Gustavo Bochecha, dentre outros. O elenco botafoguense vai treinar nesta quarta-feira na parte da tarde, novamente sob o comando de Barroca, que dirigiu a atividade desta terça.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade