0
Logo do Brasileiro Série A
Foto: terra

Brasileiro Série A

Brasileiro Série A

Atlético-MG quebra série de tropeços e vira sobre lanterna

Francisco Stuckert/Raw Image / Gazeta Press
16 jul 2017
18h21
atualizado às 20h52
  • separator
  • comentários

No confronto dos Atléticos, o Mineiro levou a melhor. Em duelo no estádio Olímpico, em Goiás, o Galo bateu o Dragão por 2 a 1, de virada, em duelo na tarde deste domingo, válido pelo Campeonato Brasileiro.

O resultado colocou o Atlético-MG na nona posição, com 20 pontos anotados. Já o Atlético-GO continua na última colocação, com apenas oito pontos e uma campanha muito ruim.

Cada equipe foi melhor em um tempo. O Atlético-GO superou o Galo na etapa inicial, fazendo boa marcação e saindo com alguma qualidade. O time levou perigo e abriu o marcador com Igor. Na etapa final, o preto e branco de Minas Gerais conseguiu se superar, chegou com perigo e conseguiu a virada com Fred e Elias.

O Atlético-MG voltará a campo na quarta-feira, contra o Bahia, às 21h45 (de Brasília), no Independência. Já o Dragão enfrentará o Sport na Ilha do Retiro, às 19h30, na quinta-feira.

Foto: Carlos Costa / Futura Press

Primeiro tempo

A etapa inicial foi fria, embora o calor fosse forte. Isso, inclusive, deve ter atrapalhado o rendimento dos jogadores, muito desgastados.

O Atlético-GO se defendia, esperava as melhores chances, enquanto o Galo era o time que buscava o jogo. Mas, claramente, as equipes tinham a mesma estratégia e, diante disso, com atletas mais técnicos, o preto e branco saía do que tinha proposto inicialmente.

Foto: Carlos Costa / Futura Press

O Atlético-MG passou por vários problemas em campo. Do que se espera da equipe, com atletas de nome, o Galo foi um time facilmente marcado e criou pouco, com apenas uma finalização na etapa inicial.

Os donos da casa, que não tinham nada com isso, conseguiram o gol. Aos 23 minutos, Igor abriu o placar ao aproveitar o cruzamento na área. A bola passou por todo o mundo e sobrou para o meia, sem marcação, chutar de primeira e mandar para o fundo das redes.

Foto: Francisco Stuckert/Raw Image / Gazeta Press

Segundo tempo

O técnico Roger Machado precisava mudar. A sua equipe fez um primeiro tempo previsível e não levava qualquer dificuldade ao oponente. Robinho entrou na vaga de Marlone, e Matheus Mancini, no lugar de Bremer. A primeira troca foi feita para dar mais opções ofensivas, tendo em vista que o camisa 92 pouco fez, já a segunda acabou realizada em função de um cartão amarelo.

A mudança de Marlone por Robinho teve algum efeito - mesmo que mínimo. O Galo conseguia segurar a bola com mais qualidade e criatividade no campo ofensivo.

Foto: Francisco Stuckert/Raw Image / Gazeta Press

O Atlético-MG alcançou o empate aos 11 minutos. Após cobrança de falta, Cazares mandou a bola na área, e Fred, de cabeça, empatou a contagem.

E o Galo seguiu melhor após o empate. O Atlético-GO, que terminou a etapa inicial em vantagem, dando trabalho, chegando com perigo, já não tinha forças para apresentar dificuldades e, para piorar, só acompanhava o crescimento atleticano na partida.

O Atlético-MG chegou à virada aos 27 minutos. Após cruzamento na área, Elias apareceu como elemento surpresa e, de cabeça, colocou no fundo das redes.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 2 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio Olímpico, em Goiânia (GO)

Data: 16 de julho de 2017, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Pablo dos Santos Alves (PB)

Assistentes: Oberto da Silva Santos (PB) e Kildenn Tadeu Morais de Lucena (PB)

Público: 5.235 pagantes

Renda: R$ 90.530,00

Cartões amarelos: Bruno Pacheco e Paulinho (Atlético-GO); Bremer, e Victor (Atlético-MG)

Gols: ATLÉTICO-GO: Igor, aos 23 minutos do primeiro tempo; ATLÉTICO-MG: Fred, aos 11, e Elias, aos 27 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-GO: Felipe; André Castro (Jonathan), Roger Carvalho, Gilvan e Bruno Pacheco; Marcão e Igor (Luiz Fernando), Paulinho, Jorginho (Andrigo) e Niltinho; Walter

Técnico: Doriva

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Bremer (Matheus Mancini), Gabriel, Leonan, Adilson, Rafael Carioca, Elias, Cazares (Gustavo Blanco), Marlone (Robinho) e Fred

Técnico: Roger Machado.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade