2 eventos ao vivo

Argel exalta treinadores brasileiros e compara Fla a Seleção de 1970

28 out 2019
09h45
atualizado às 09h45
  • separator
  • 0
  • comentários

Neste domingo, jogando no Maracanã, o Flamengo venceu o CSA, desta vez por um placar magro: 1 a 0, com gol marcado por Arrascaeta. Após a partida, Argel Fucks, técnico do time alagoano, exaltou o futebol apresentado pelo clube rubro-negro, mas evitou colocar os méritos na conta de Jorge Jesus.

Treinador evitou o alarde em torno de Jorge Jesus (Foto: Divulgação/FFC)
Treinador evitou o alarde em torno de Jorge Jesus (Foto: Divulgação/FFC)
Foto: Gazeta Esportiva

"Ninguém descobriu a pólvora no futebol. Flamengo está jogando o que a seleção de 70 jogava. Flamengo tem hoje os melhores jogadores, tem estrutura, condição de trabalho, bons profissionais. Trabalhar no Flamengo é muito mais fácil. Com todo respeito ao Andrade, ele foi campeão brasileiro pelo Flamengo. O Jayme (de Almeida) foi campeão da Copa do Brasil pelo Flamengo, quando o Flamengo era desorganizado, quando não tinha estrutura, quando não pagava, imagina hoje, com toda essa estrutura", disse.

Argel fez questão de também dizer que o empate seria o resultado mais justo na partida deste domingo, e novamente alfinetou o alarde em torno de treinadores estrangeiros.

"Flamengo tem méritos, sim, mas não podemos desvalorizar o trabalho dos outros treinadores que estão aqui no Brasileiro, que é o mais difícil do mundo. E hoje o Flamengo sentiu. Contra o CSA, R$ 17 milhões de orçamento, contra 500, e foi 1 a 0, e acabou o jogo com o coração na mão", afirmou.

Por fim, o comandante voltou a destacar os treinadores brasileiros e disse que os treinadores estrangeiros ainda não ganharam nada.

"O Flamengo está merecendo, sim, porque se profissionalizou. Mas, em 1970, a seleção brasileira já jogava assim. Vamos valorizar o nosso futebol. Ainda somos os pentacampeões. Vamos valorizar os treinadores brasileiros. O treinador estrangeiro tem lugar, sim, tem lugar para todos. Para quem tem competência, tem conteúdo, tem trabalho… Pode vir! Agora vem e ganha. Até agora, não ganharam. Tem a grande chance agora de ganhar a Libertadores e o Campeonato Brasileiro, porque o clube se preparou. Aqui ninguém tem ciumeira dos treinadores, pelo contrário. A gente sempre recebeu todos bem. O (Jorge) Jesus foi muito bem recebido aqui, o Sampaoli também, como foi o Diego Aguirre, como foram todos", completou.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade