5 eventos ao vivo
Logo do Brasileiro Série A
Foto: terra

Brasileiro Série A

Após goleada sobre o Atlético-PR, Guto Ferreira elogia elenco do Bahia

14 mai 2017
19h40
atualizado às 19h40
  • separator
  • comentários

O Bahia goleou o Atlético-PR na estreia do Campeonato Brasileiro e, durante o jogo, alguns jogadores sentiram um pouco o ritmo. Durante entrevista coletiva, o técnico Guto Ferreira valorizou o seu elenco e o trabalho que foi feito ao longo do estadual para permitir que todos tivessem oportunidade de jogar.

"Alguns jogadores são questão de desgaste. O Lucas Fonseca vamos avaliar, mas daí vem a importância de ter feito o rodizio, ter jogado a fase classificatória do estadual variando os zagueiros. Eles não vão estar caindo de paraquedas (se precisarem jogar). Eles já tiveram bem anteriormente", comentou o treinador de 51 anos que agora tem que preparar o seu time para a final da Copa do Nordeste, contra o Sport, no meio da semana".

"O Bahia tem que trabalhar e acreditar em seu grupo. Nem sempre vamos ter resultados como o de hoje, mas temos que construir triunfos importantes. Foram eles que chegaram a final e estão no Brasileirão. Nada mais do que acreditar mesmo quando eles erram. Só tem uma condição de acertar: estar lá dentro tentando e errando. Após errar, isso não volta e tem que tentar de novo. E, quando acertar, tem que tentar de novo porque vem outra oportunidade. É aplaudir quem está lá dentro e acreditar neles", completou o treinador

Leia mais:

Guto Ferreira exalta lado psicológico e precisão nas finalizações

Bahia lança novos uniformes inspirados na vinda de Pedro Álvares Cabral

Guto Ferreira também explicou como os jogadores ganham a oportunidade de jogar ao ser perguntado sobre Maikon Leite, atacante que não vinha participando das partidas, mas que entrou no decorrer da goleada.

"Tudo passa pelo o que eles mostram nos treinos se isso se efetiva a cada oportunidade de jogo. Com certeza ele começou a me mostrar coisas que não estavam acontecendo no treinamento e o fato dele entrar bem passa um expectativa e confiança para ganhar um pouco mais de tempo e intensidade", explicou

"Pelo como jogamos, precisamos de jogadores de troca até porque há um desgaste muito grande para os atletas de beiradas. É assim que é o processo. Precisamos da reposição e, quando tem uma resposta boa, isso nos dá confiança. Hoje ele somou pontos e assim vai até estágios como os titulares que vem atuando rotineiramente"

Quem também falou da vitória foi Zé Rafael. "Ninguém esperava um placar elástico contra uma equipe forte. Nossa equipe está de parabéns e vamos brigar por cosias grandes neste ano", afirmou. "Acredito que isso dá moral para a nossa equipe. Contra o Sport é uma final e vai ser diferente, mas vamos trabalhar muito para fazer um grande jogo no Recife".

O atacante de 23 anos também explicou a sua comemoração no gol. "Minha esposa da grávida do primeiro filho. O gol não podia sair em um momento melhor (dia das mães). Espero que seja o primeiro de muitos".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade