0

Agressor de Gabigol pode pegar gancho pesado no STJD

14 nov 2019
10h27
atualizado às 10h28
  • separator
  • 0
  • comentários

O gerente de futebol do Vasco, André Souza, pode ser punido por até seis meses de suspensão pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter agredido com uma joelhada o atacante Gabigol, do Flamengo, logo após o encerramento do clássico da noite dessa quarta-feira no Maracanã. Ele foi flagrado pelas câmeras de TV envolvendo-se no tumulto em campo assim que o árbitro Wilton Pereira Sampaio acabou o jogo, no qual Flamengo e Vasco empataram por 4 a 4, pela 34ª rodada do Brasileiro.

Foto: Daniel Castelo Branco/Agência O Dia / Estadão

André Souza é visto no bolo de gente em que estava Gabigol – a confusão começou quando o atacante Ribamar, do Vasco, e o zagueiro Pablo Marí, do Flamengo, se estranharam ao apito final. O gerente, a princípio, acompanhava a movimentação do artilheiro à distância, mas, depois, se aproximou do jogador rapidamente e o agrediu, sem ser percebido até mesmo por quem estava mais próximo.

Quem parece ter flagrado sua atitude foi o lateral Renê, reserva do Flamengo nessa partida, que correu em direção a André Souza após Gabigol ser atingido.

O STJD vai usar as imagens de TV para definir a punição a André Souza. Outro que também estará na mira do tribunal é o gerente de Futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe. Ele insultou o árbitro no meio do tumulto, como consta da súmula de Wilton Pereira: "Wilton, seu safado, pega esse escudo da Fifa e enfia no c..."

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade