1 evento ao vivo

Benfica vira, goleia lanterna e assume liderança do Português

7 abr 2019
15h33
atualizado às 15h33
  • separator
  • 0
  • comentários

O torcedor do Benfica estranhou o início do jogo, mas depois de 30 minutos tudo voltou ao normal. Os Encarnados foram até o Estádio Marcolino Castro, em Santa Maria de Feira, pela 28ª rodada do Campeonato Português, e venceram o lanterna Feirense de virada por 4 a 1. Com o resultado, a equipe de Bruno Lage chegou aos 69 pontos e conquistou a liderança da competição, ultrapassando o Porto por critérios de desempate.

Na briga direta pelo título, os primeiros minutos da etapa inicial foram bastante surpreendentes para os torcedores presentes, que pouco acreditaram na abertura do placar aos dez minutos com Sturgeon. Porém, a partida valia muito para o Benfica: Pizzi empatou de pênalti e André Almeida virou no fim do primeiro tempo. No retorno para a etapa complementar, Seferovic ampliou a vantagem logo no início, dando tranquilidade à equipe para o restante da partida, e fez mais um no finalzinho, fechando a goleada.

Com o resultado, o Benfica chega aos 69 pontos e, pelos critérios de desempate, ultrapassa o Porto na liderança. Já o Feirense permanece na lanterna da competição com 15 pontos. Na próxima rodada, Bruno Lage e seus jogadores recebem o Vitória de Setúbal no Estádio da Luz, no domingo, enquanto o Feirense viaja para pegar o Marítimo no mesmo dia.

Mais cedo, às 11h (de Brasília), o Vitória de Setúbal recebeu o Marítimo no Estádio do Bonfim e venceu pelo placar mínimo, de 1 a 0, com gol de Jhonder Cádiz aos 37 minutos do primeiro tempo. Com o resultado, os donos da casa atingiram a 11ª posição na tabela, enquanto o Marítimo estacionou na 13ª.

O jogo - O Feirense foi quem chegou ao primeiro gol da partida, surpreendendo a todos os presentes. O lance começou no meio, com bola passada para a direita e cruzamento certeiro na área para Sturgeon, que cabeceou para o fundo das redes. Falha defensiva geral, que apenas olhou o lance e obrigou o goleiro a sair errado do gol e espalmar o vento.

Aos 20, em cobrança de falta pelo lado direito de Vítor Bruno, os donos da casa chegaram a mais um gol de cabeça, porém o árbitro anulou por conta de impedimento. O Benfica não conseguia, naquele momento da partida, anular os contra-ataques do Feirense, muito menos construir jogadas perigosas com oportunidades reais de gol. Passados os sustos, os Encarnados começaram a construir alguns ataques, principalmente por conta de talentos individuais, como Taarabt.

Aos 37 minutos, em uma das oportunidades do Benfica, Pizzi caiu na área após contato com Ghazal e o árbitro revisou o lance com auxílio do VAR. Após penalidade marcada, os visitantes chegaram à igualdade com cobrança do próprio Pizzi no canto esquerdo do goleiro. Eles, aliás, chegaram à virada logo depois, mas o impedimento foi marcado corretamente. Já no finzinho do jogo, porém, os Encarnados, enfim, conseguiram ficar à frente do placar após cobrança de escanteio: a bola veio na cabeça de Samaris, que ajeitou para André Almeida mandar a bomba.

No segundo tempo, o terceiro gol veio rápido. Grimaldo cruzou do meio de campo para a área, Seferovic deu um chapéu no arqueiro e ampliou a vantagem no placar. No restante da partida, apenas a administração do resultado, com algumas chances do Benfica, mas a equipe tirou o pé, principalmente porque, sem poder de reação, o Feirense não ameaçou mais - a não ser em uma cobrança de falta fora da área aos 30 minutos.

Para fechar a conta, Seferovic fez mais um já no fim da partida, após mais uma assistência de Grimaldo. O que era uma derrota improvável virou goleada e o Benfica assumiu a ponta da competição.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade