0

Benfica supera ausência de Jonas e vence o Santa Clara

11 jan 2019
19h18
  • separator
  • comentários

O Benfica chegou a mais uma vitória sob o comando do técnico interino Bruno Lage. Nesta sexta-feira, pela 17ª rodada do Campeonato Português os Encarnados visitaram o Santa Clara, venceram por 2 a 0 e agora somam duas vitórias em dois jogos desde a demissão do técnico Rui Vitória há duas semanas.

Os encarnados conseguiram o resultado positivo mesmo sem seu principal atacante. O brasileiro Jonas, artilheiro do último Campeonato Português, se recupera de uma lesão no joelho não foi relacionado. Sem Jonas, coube a Seferovic e ao também brasileiro Jadel marcarem os gols do duelo.

Com a vitória, o Benfica chegou a 38 pontos e subiu para a vice-liderança do Campeonato Português, a quatro pontos do líder Porto, e terminará a rodada na posição. O Braga, que poderia continuar na segunda colocação, empatou com o Portimonense na última quinta-feira e foi ultrapassado pelo clube da capital.

Mesmo jogando fora de casa e com técnico interino, o Benfica entrou em campo como favorito diante do modesto Santa Clara e abriu o placar aos 22 minutos. Após falha da defesa local, o atacante Seferovic invadiu a área e chutou rasteiro, com categoria, para marcar o primeiro gol do jogo.

A missão de vencer o Benfica ficou ainda mais difícil pouco antes do intervalo. Aos 44 minutos, Fábio Cardoso cometeu falta em Pizzi na entrada da área. A princípio, o árbitro marcou pênalti e mostrou cartão amarelo para o zagueiro do Santa Clara. No entanto, após consultar o VAR, a arbitragem marcou falta fora da área, mas Fábio Cardoso recebeu cartão vermelho.

Com um jogador a mais, o Benfica ampliou o marcador logo aos três minutos do segundo tempo. Após cobrança de escanteio, o zagueiro brasileiro Jardel subiu mais que a defesa e cabeceou para fazer 2 a 0 para os visitantes. Com o resultado na mão e em vantagem numérica, o Benfica não teve problemas para controlar o jogo e vencer por 2 a 0.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade