2 eventos ao vivo

Bayern de Munique demora a engrenar, mas vence o AEK na Grécia

23 out 2018
15h51
atualizado às 17h27
  • separator
  • comentários

O Estádio Olímpico de Atenas demorou a ver a verdadeira força do Bayern de Munique. Após um primeiro tempo sem gols, a equipe bávara derrotou o AEK da Grécia, nesta terça-feira, pelo placar de 2 a 0, em partida válida pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa. Os gols do confronto foram marcados por Javi Martínez e pelo atacante polonês Lewandowski,

Com o resultado, os comandados de Niko Kovac chegaram à marca de sete pontos conquistados no Grupo E da Champions, com campanha de duas vitórias e um empate. Por outro lado, o AEK permaneceu na lanterna da chave, ainda sem pontos somados e em situação complicada.

Com a inclusão de Rafinha no onze titular em relação à partida contra o Wolfsburg, o Bayern manteve intacta sua invencibilidade em solo grego. O time alemão agora tem quatro triunfos e um empate quando joga na Grécia.

Na próxima rodada de Champions League, é a vez do Bayern de Munique receber o AEK em seus domínios, às 17h00 (horário de Brasília) do dia 7 de novembro, quarta-feira.

O jogo - A primeira etapa viu o Bayern de Munique começar com as melhores chances. Antes da marca dos 20 minutos, finalizações de Lewandowski e Gnabry (duas vezes) já haviam assustado o goleiro do AEK, Barkas.

O time da Grécia, entretanto, não somente assistiu aos rivais. Ponce aproveitou lançamento e encheu o pé, com a bola passando perto do gol de Neuer. Pouco depois, Mantalos não desperdiçou cruzamento de Hult para a área e cabeceou com perigo, para defesa do goleiro alemão.

Até o restante do período inicial, James Rodríguez, Lewandowski e Gnabry chutaram ao gol e tentaram anotar o tento inaugural para os bávaros, sem sucesso. Na etapa seguinte, entretanto, enfim a equipe de Niko Kovac conseguiu chegar ao gol.

Aos 15 minutos do segundo tempo, os bávaros abriram o placar com Javí Martinez. Após jogada no ataque, Hummels "fugiu" da posição de impedimento pela direita e recebeu o passe. O zagueiro alemão rolou para o meio da área, encontrando Robben, que chutou em cima da defesa. No rebote, o espanhol encaixou um voleio sem jeito, sendo, entretanto, o suficiente para desbancar Barkas.

Logo depois do lance, o Bayern mostrou sua verdadeira força e "matou o jogo". Em bela jogada trabalhada, Lewandowski recebeu cruzamento rasteiro de Rafinha dentro da pequena área e, sem goleiro e com a meta aberta, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes: 2 a 0 e números finais no embate.

Valencia desperdiça chance de vitória e só empata com o Young Boys

Em outra partida na mesma faixa de horário pela Liga dos Campeões, só que pelo Grupo H, o Valencia não conseguiu vencer o Young Boys, "saco de pancadas" da chave. Jogando na Suíça, o time da casa buscou o empate contra os espanhóis, por 1 a 1, e somou o primeiro ponto na competição.

Apesar de ter começado abrindo o placar com Batshuayi, o Valencia cometeu penalidade máxima no segundo tempo, dando a chance do empate. Na cobrança, Hoarau não desperdiçou e anotou o primeiro tento do Young Boys nesta edição da Champions.

Com o resultado, as duas equipes permanecem sem vitórias pela mais importante competição de clubes na Europa: o Valencia tem campanha de dois empates e uma derrota, enquanto os suíços tem uma igualdade e dois reveses. Com a presença de Manchester United e Juventus no grupo, a classificação de ambos os clubes na disputa ficou ainda mais difícil.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade