0

Atlético de Madrid bate Valencia e evita título antecipado do Barça no Espanhol

Vitória por 3 a 2 evita conquista do time catalão, que tem nova chance de ser campeão no sábado, no Cam Nou

24 abr 2019
17h26
  • separator
  • comentários

O Atlético de Madrid superou o Valencia por 3 a 2, nesta quarta-feira, no estádio Wanda Metropolitano, e evitou que o Barcelona pudesse comemorar o título do Campeonato Espanhol por antecipação nesta 34ª rodada da competição. Com o triunfo obtido em sua casa, o time comandado pelo técnico Diego Simeone foi aos 71 pontos na vice-liderança e voltou a ficar nove atrás da equipe catalã, que na última terça derrotou o Alavés por 2 a 0 para se aproximar ainda mais da taça.

Como ainda faltam quatro rodadas a serem disputadas, o Atlético pode chegar aos 83 pontos nesta reta final da competição. Com 80 na primeira posição, o Barça tem chance de se sagrar campeão por antecipação no sábado, quando enfrenta o Levante, em casa. No mesmo dia, a equipe madrilenha atuará novamente em seus domínios, contra o Valladolid, precisando novamente de uma vitória para aumentar as suas chances remotas de continuar na luta pelo título.

Ao Barcelona, porém, bastará uma vitória diante de sua torcida no final de semana para assegurar o seu 26º troféu do Campeonato Espanhol. Isso se deve ao fato de que o primeiro critério de desempate do torneio é o confronto direto e o Barça acumula um empate e uma vitória nos duelos com o Atlético nesta edição da competição. Desta forma, com 83 pontos, o time de Lionel Messi não poderia mais ser ultrapassado pelo rival.

Para manter viva a esperança de faturar o título, embora saiba que seja muito improvável uma eventual conquista, o Atlético precisou marcar três gols nesta quarta-feira, pois o Valencia chegou a empatar o confronto por duas vezes antes de o argentino Angel Correa garantir, aos 36 minutos do segundo tempo, o triunfo dos donos da casa em um belo chute de fora da área.

Antes deste golaço, Álvaro Morata abriu o placar para a equipe de Madri aos 9 minutos do primeiro tempo e o francês Kevin Gameiro igualou para os visitantes aos 36. Na etapa final, o também francês Antoine Griezmann voltou a colocar os anfitriões na frente ao marcar aos 4, mas os rivais buscaram o 2 a 2 com um gol de Dani Parejo, aos 32, ao converter um pênalti assinalado após a bola bater na mão de Saúl Ñíguez.

Com a derrota, o Valencia estacionou nos 52 pontos, na quinta posição do Espanhol, e segue encabeçando a zona de classificação à Liga Europa. Porém, a equipe corre sério risco de ser ultrapassada pelo Sevilla, que tem a mesma pontuação e nesta quinta-feira enfrenta o Rayo Vallecano, em casa, no complemento desta 34ª rodada.

Estadão
  • separator
  • comentários
publicidade