0

Atleticanos exaltam superação do time em virada: 'Que sirva de lição'

Após sair atrás com um gol relâmpago, Atlético-MG derrota Chapecoense com um gol aos 53 minutos do segundo tempo

14 jul 2019
22h48
  • separator
  • 0
  • comentários

O Atlético-MG conseguiu vencer a Chapecoense por 2 a 1, neste domingo, pela décima rodada do Campeonato Brasileiro, em um duelo emocionante. Após sofrer um gol com apenas 26 segundos de jogo, o time mineiro se superou e conseguiu marcar o gol do triunfo nos lances finais, aos 53 minutos da segunda etapa.

A vitória foi marcante, mas o Atlético-MG teve um jogo de altos e baixos, inclusive com pênalti perdido por Ricardo Oliveira no segundo tempo. Por isto, os atletas do enalteceram o poder de superação da equipe durante todo o jogo.

"A gente mostrou uma superação grande. O campo estava pesado, enfrentamos um time que iria buscar o gol de bola parada e sofremos o gol logo no início. A gente sabia que isso poderia acontecer, treinamos isso durante a semana, mas o mais importante é que buscamos a virada e saímos com um grande resultado", comentou o centroavante Ricardo Oliveira, que ainda minimizou o pênalti perdido.

"Claro que é um sentimento de frustração por perder um pênalti. É frustrante, porém, sou acostumado a isso. Já fiz muitos gols de pênalti, perdi outros, o importante era se manter no jogo. Tive a oportunidade de participa do segundo gol e o objetivo foi alcançado que era conquistar os três pontos", acrescentou o centroavante, que chegou ao 11º jogo consecutivo sem marcar, mas deu o passe para Vinícius definir o triunfo nos acréscimos.

Autor do gol da virada, Vinícius quer que o resultado deste domingo sirva de motivação para o jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil contra o Cruzeiro, nesta quarta-feira, às 19h15, no Independência. O Atlético-MG perdeu a primeira partida, por 3 a 0, e precisa de uma vitória por quatro gols de diferença para avançar sem a necessidade dos pênaltis.

"A gente sabe que o 'Eu Acredito' é muito forte. Que a gente possa fazer um grande jogo quarta-feira. Hoje mostramos que o espírito do Atlético é nunca desistir, acreditar até o fim. É com esse espírito que vamos pra quarta-feira, pra fazer um baita jogo e, se Deus quiser, conseguir a classificação", encerrou.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade