PUBLICIDADE

Athletico-PR defende boa fase sob o comando de Felipão frente ao Red Bull Bragantino neste sábado

Técnico campeão do mundo em 2002 não perde há sete rodadas no Brasileirão e busca firmação no G-4

25 jun 2022 - 14h15
(atualizado às 16h25)
Ver comentários
Publicidade

Tentando se aproximar da liderança do Campeonato Brasileiro, o Athletico, de Luiz Felipe Scolari, coloca a boa fase à prova frente ao Red Bull Bragantino, em duelo marcado para este sábado, às 16h30, na Arena da Baixada, pela 14ª rodada. Assim como o adversário, o time paulista começa a se firmar na competição.

O Athletico cresceu muito com Felipão, tanto que não perde há sete jogos e ocupa a quarta colocação, com 21 pontos, atrás apenas de Palmeiras, com 28, Corinthians, 25, e Inter, com 24. Na última rodada, venceu o arquirrival Coritiba, por 1 a 0, no Estádio Couto Pereira.

O Red Bull Bragantino vem de um empate por 2 a 2 com o Santos, na Vila Belmiro. O time paulista defende uma invencibilidade de quatro jogos, tendo aliviado a pressão em cima de Maurício Barbieri, que chegou a balançar no cargo. Atualmente, tem 18 pontos, na décima posição.

O Athletico deve entrar em campo com um time alternativo. Felipão afirmou no meio de semana, após a vitória por 2 a 1 frente ao Bahia, pela Copa do Brasil, que iria poupar boa parte de seus jogadores, só não revelou quais.

A expectativa é que o treinador mexa mais no setor defensivo, preservando nomes como Khellven, Pedro Henrique, e até no meio de campo, caso de Terans. A certeza é que o atacante Pedro Rocha não será relacionado, já Vitor Roque, revelação vinda do Cruzeiro, terá a tão sonhada chance entre os titulares. "No Brasileiro, temos um pouco de gordura para queimar. Alguns jogadores estão em uma fase mais difícil de recuperação e precisam de um pouco mais de tempo. O time vai ser um pouco diferente, mas com todas as condições de vencer", disse Felipão.

Do lado do técnico Maurício Barbieri, o meia Eric Ramires viajou, mas ainda não sabe se jogará. O atleta foi punido por cinco jogos por causa da expulsão contra o Goiás. O Red Bull Bragantino entrou com recurso, mas não recebeu uma resposta do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Fora isso, o treinador tem outros três desfalques. O atacante Ytalo teve diagnosticada uma inflamação no calcanhar, já o zagueiro Renan está com covid-19. Por fim, o volante Emi Martínez entrou na fase final de recuperação de sua lesão. "Temos de ajustar algumas situações, principalmente na forma de nos defender. Conquistamos um ponto importante contra o Santos (2 a 2 na Vila Belmiro), mas queremos ir mais longe no campeonato", afirmou Barbieri.

Estadão
Publicidade
Publicidade