PUBLICIDADE

Após veto a público, Mané Garrincha deixa de ser o palco do clássico entre Flamengo e Fluminense

Fla-Flu, agendado para o dia 6 de fevereiro, não acontecerá mais em Brasília. Proibição de torcida por conta de aumento de casos de Covid-19 desestimulou os interessados

27 jan 2022 15h48
| atualizado às 17h16
ver comentários
Publicidade

Pela quarta rodada do Campeonato Carioca, o clássico entre Flamengo e Fluminense, agendado para o dia 6 de fevereiro, não será mais realizado no Estádio Mané Garrincha, em Brasília. O Governo do Distrito Federal vetou a presença de público através de um decreto assinado pelo governador Ibaneis Rocha, o que desestimulou as partes interessadas. O motivo da decisão é a alta de casos de Covid-19 na região, além da baixa quantidade de leitos de UTI.

Estádio Mané Garrincha, em Brasília (Foto: Paula Reis/CRF)
Estádio Mané Garrincha, em Brasília (Foto: Paula Reis/CRF)
Foto: Lance!

Ainda não é assinante do Cariocão-2022? Acesse www.cariocaoplay.com.br, preencha o cadastro e ganhe 5% de desconto com o cupom especial do LANCE!: GE-JK-FF-ZSW

O mandante deste Fla-Flu é o Flamengo. De acordo com o regulamento do Estadual, caso o clube responsável pelo mando de campo não indicar "em 8 (oito) dias o estádio ou venha a indicar estádio não aprovado para qualquer de suas partidas, caberá ao DCO determinar o local de realização do jogo".

Tanto Flamengo e Fluminense têm acordo com a Portuguesa para mandar jogos no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, enquanto o gramado do Maracanã está em reforma.

No entanto, o Flamengo estuda opções externas para negociar com investidores e transferir o jogo em parceria com o Fluminense. Cariacica, no Espírito Santo (Estádio Kléber Andrade), está no leque, de acordo com informações iniciais do "ge".

Lance!
Publicidade
Publicidade