Após Pogba dizer que jogaria no Real, jornal afirma que clube quer contratá-lo

21 mar 2019
09h10
atualizado às 09h10
  • separator
  • 0
  • comentários

Na última quarta-feira, Paul Pogba disse que, assim como muitos jogadores, "seria um sonho jogar no Real Madrid". A frase caiu tão bem na Espanha que os merengues já começaram a se movimentar para ter o meio-campista do Manchester United e atual campeão do mundo com a seleção francesa - e Gareth Bale pode ser a moeda de troca.

"Eu sempre disse que o Real Madrid é um clube dos sonhos para todos, é um dos maiores clubes do mundo. (Jogar no Real) é um sonho para todo garoto, para todo jogador de futebol. Agora, eu estou feliz no Manchester, estou jogando, temos um novo técnico", disse em entrevista coletiva da seleção francesa em Clairefontaine, na última quarta-feira. "Por enquanto estou no Manchester, depois veremos o que o futuro nos reserva… Hoje, estou no Manchester e estou feliz", completou.

Segundo o jornal espanhol As, o Real estaria disposto a negociar o galês Gareth Bale para ter Pogba, jogador na mira de Zinedine Zidane antes, em 2016. Ele também estaria na lista de possíveis reforços para a reformulação do elenco visando a próxima temporada. Como Gale também é desejo antigo dos Red Devils, conforme o periódico, a transferência poderia ser facilitada. Um embate, porém, pode ser a má relação entre Florentino Perez, presidente do Real, e Mino Raiola, empresário de Pogba.

O contrato do francês com o United termina em 2021 e o valor de sua compra gira em torno de mais de 100 milhões de euros, visto que ele foi contratado pelo clube por 105 milhões em 2017, que não está disposto a vendê-lo. Por outro lado, Bale, que foi adquirido pelos blancos por 100 milhões, hoje está desvalorizado e em baixa no clube, surgindo rumores de uma possível saída para outro clube europeu.

Paul Pogba está com a seleção francesa para a disputa das Eliminatórias da Eurocopa de 2020. Aos 26 anos, viveu momentos de instabilidade no Manchester United, principalmente no final do último ano, com intrigas internas com o então treinador José Mourinho. Com a saída do técnico, o meio-campista voltou a atuar como nos tempos da Juventus, sem esquecer da conquista da última Copa do Mundo com a França, quando foi um dos líderes da equipe.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade