2 eventos ao vivo

Após Gre-Nal, vice-presidente do Inter critica arbitragem e Renato Gaúcho

Roberto Melo diz que técnico do rival 'manda e desmanda' na equipe de juízes

14 abr 2019
21h43
atualizado às 21h44
  • separator
  • comentários

A atuação de Leandro Pedro Vuaden no primeiro Gre-Nal da final do Campeonato Gaúcho desagradou o vice-presidente do Internacional, Roberto Melo. Em sua entrevista coletiva após o empate por 0 a 0 no Beira-Rio, sobrou até para o técnico do Grêmio, Renato Gaúcho.

"Não precisa mais trazer quarto, quinto árbitro. Deixa que o Renato faz o que quiser. O treinador do Grêmio manda e desmanda na equipe de arbitragem, apita o jogo, quer falar com nossos jogadores. Pelo menos dessa vez ele não quis invadir nosso vestiário", afirmou o dirigente.

Roberto Melo se referiu ao fato de Renato Gaúcho ter entrado no gramado para tirar satisfação com Victor Cuesta após uma dividida do zagueiro do Inter com Matheus Henrique em frente ao banco de reservas gremista. O treinador não recebeu nenhuma advertência.

A principal reclamação do dirigente do Inter, porém, é a não expulsão do atacante André no começo do segundo tempo por suposta cotovelada em Moledo. Leandro Pedro Vuaden foi chamado pelo VAR, mas, após rever o lance, nada marcou.

"Mais uma vez uma arbitragem muito ruim, ficou picotando demais o jogo. E não sei para que serve o VAR. Se um lance como aquele não houve agressão, para ele (Vuaden) só com um tiro seja para expulsão. Não dá para entender porque ele vai até lá, faz aquela papagaiada toda e não expulsa o jogador", disparou o Roberto Melo.

Com o empate sem gols no Beira-Rio, quem vencer o jogo de quarta-feira, na Arena do Grêmio, leva o título. Em caso de nova igualdade, a decisão vai para os pênaltis. O Inter precisa vencer para ser campeão e evitar o título invicto do rival.

Estadão

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade