0

Após fiascos, Depay enaltece peso de a Holanda faturar a Liga das Nações

Seleção holandesa encara a Inglaterra pela semifinal da competição europeia

3 jun 2019
19h55
  • separator
  • 0
  • comentários

O meia-atacante Memphis Depay exaltou a importância de a Holanda conseguir conquistar o título da Liga das Nações da Uefa, na qual enfrentará a Inglaterra nesta quinta-feira, às 15h45 (de Brasília), na cidade de Guimarães, em Portugal, pela semifinal da competição.

O jogador do Lyon, da França, enalteceu o peso de a seleção holandesa ganhar este torneio recém-criado pela entidade que dirige o futebol europeu ao lembrar principalmente dos fiascos que foram acumulados pelo time nacional nos últimos anos - o país fracassou em suas tentativas de se classificar para a Eurocopa de 2016 e para a Copa do Mundo de 2018.

"Primeiro de tudo, você está jogando por um troféu, o que é muito importante para nós. Nós temos alguns jovens caras e alguns caras com mais experiência: nós temos um grande grupo. Precisamos tentar nos acostumarmos a ganhar troféus se quisermos ser uma equipe bem-sucedida, porque é isso o que faz as equipes serem bem-sucedidas", ressaltou Depay, em declarações ao site oficial da Uefa, publicadas nesta segunda-feira.

A Holanda só conseguiu começar a reagir e retomar o caminho das vitórias depois de ter contratado Ronald Koeman como técnico no ano passado, quando ele substituiu Dick Advocaat, que assumiu o cargo interinamente em junho de 2017, após a demissão de Danny Blind. E nesta Liga das Nações os holandeses avançaram às semifinais ao ficarem na liderança de um forte grupo que contava com a França, atual campeã mundial, e a tradicional Alemanha.

"A primeira e mais importante coisa nesta jornada (até a classificação a esta próxima fase da competição continental) foram e são os resultados, porque no passado nós perdemos o fim da jornada por causa dos resultados. Tudo estava focado nos resultados, mas em termos da maneira de jogar, eu acho que nós jogamos com elegância. Nós amadurecemos enquanto os jogos iam acontecendo e também a confiança cresceu para cada jogador", analisou Depay, que na quinta-feira vai enfrentar vários velhos conhecidos, pois entre 2015 e 2017 atuou pelo Manchester United antes de se transferir ao Lyon.

E ele espera fazer valer os seus conhecimentos sobre os rivais para ajudar a Holanda a ir à decisão da Liga das Nações. "É sempre bom rever meus ex-companheiros de time: Marcus (Rashford) e Jesse (Lingard). Eu falo com eles de vez em quando, mas é sempre divertido e eles estão se desenvolvendo muito bem (na Inglaterra). Eu sei o que esperar deles e eles sabem o que estamos fazendo na seleção holandesa. Eles precisam se preparar bem e espero que seja um bom jogo. Estou ansioso por isso", disse.

Quem vencer o duelo entre Holanda e Inglaterra vai encarar o ganhador da partida entre Portugal e Suíça, que fazem a primeira semifinal da Liga das Nações nesta quarta-feira, no estádio do Dragão, na Cidade do Porto, mesmo palco da final de domingo.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade