2 eventos ao vivo

América-MG bate Criciúma, acumula 10º jogo invicto e complica o rival na Série B

Com a vitória, a equipe mineira começa a sonhar com o G-4 da competição nacional

11 set 2019
00h16
  • separator
  • 0
  • comentários

O América-MG derrotou o Criciúma por 2 a 1 e chegou ao seu décimo jogo de invencibilidade na Série B do Campeonato Brasileiro. O duelo aconteceu na noite desta terça-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 22ª rodada da competição. De quebra, o time mineiro começa a sonhar com o G4 (zona de classificação à elite nacional).

Com o resultado, o time mineiro subiu para a 11ª colocação, com 29 pontos, e agora está cinco atrás do Coritiba, que aparece na quarta posição. Já o Criciúma, que não perdia há quatro jogos, ficou em 15º, com 23. O Figueirense, primeiro time dentro da zona de rebaixamento, tem 22.

O duelo desta terça na capital mineira começou com as duas equipes buscando o ataque, mas sem encontrar espaço para fazer a infiltração na defesa. Faltava talento e o mesmo veio com Matheusinho. A jovem promessa do América recebeu pela esquerda, costurou a marcação e acertou um belo chute de longe para superar o goleiro Luiz e abrir o placar no Independência.

O Criciúma sentiu o gol e deu ainda mais espaço para o América, que começou a perder uma chance atrás da outra de ampliar. Júnior Viçosa tentou mandar por cobertura, mas chutou por cima. O atacante tentou em outras duas oportunidades, mas também sem sucesso.

De tanto insistir, o time mineiro fez o segundo aos 45 minutos. Diego Ferreira recebeu de Juninho pela direita e rolou para atrás. Matheusinho pegou de primeira e mandou no fundo das redes. A bola passou por baixo do goleiro Luiz.

No segundo tempo, o América se preocupou em administrar o resultado e acabou sendo surpreendido pelo Criciúma. Aos 19 minutos, Caíque aproveitou a furada de Ricardo Silva e deu bela assistência para Léo Gamalho. Livre dentro da área, o atacante só teve o trabalho de empurrar.

O Criciúma continuou com mais posse de bola, mas viu o América se fechar para assegurar o resultado. O time mineiro aguentou a pressão e, de vez em quando, ameaçou no contra-ataque. Em uma dessas jogadas, Neto Berola recebeu em velocidade e foi derrubado por Luiz. O goleiro saiu da área e precisou derrubar o atacante, que sairia de cara para o gol. Acabou expulso.

Como já havia feito as três substituições, o lateral Marlon precisou ir para o gol. O América, então, resolveu apostar nos chutes para o gol. Na cobrança de falta de Marcelo Toscano, Marlon segurou, mas não impediu a derrota do Criciúma.

Na próxima rodada, o Criciúma enfrenta o Atlético Goianiense no dia 20, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma. No mesmo dia, às 21h30, o América visita o Sport na Ilha do Retiro, em Recife.

FICHA TÉCNICA:

AMÉRICA-MG 2 X 1 CRICIÚMA

AMÉRICA-MG - Airton; Leandro Silva, Pedrão, Ricardo Silva e João Paulo; Flávio (França), Juninho, Willian Maranhão, Matheusinho (Marcelo Toscano) e Diego Ferreira (Neto Berola); Júnior Viçosa. Técnico: Felipe Conceição.

CRICIÚMA - Luiz; Maicon (Marcos Vinícius), Sandro, Derlan e Marlon; Liel, Wesley e Daniel Costa (Caíque); Vinícius (Andrew), Léo Gamalho e Reinaldo. Técnico: Waguinho Dias.

GOLS - Matheusinho, aos 19 e aos 45 minutos do primeiro tempo; Léo Gamalho, aos 19 do segundo.

ÁRBITRO - Diego Pombo Lopez (BA).

CARTÕES AMARELOS - Pedrão e João Paulo (América); Caíque, Derlan, Marcos Vinícius, Reinaldo e Wesley (Criciúma).

CARTÃO VERMELHO - Luiz (Criciúma).

PÚBLICO - 1.583 torcedores.

RENDA - R$ 7.384,00.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade