0

Ainda com 'frio na barriga', Léo Silva admite conversas para ficar no Atlético-MG

Zagueiro de 39 anos tem vínculo com o clube mineiro até o fim do ano, mas pode firmar novo contrato

14 set 2018
21h41
atualizado às 21h41
  • separator
  • comentários

Aos 39 anos, Leonardo Silva já iniciou conversas com o Atlético-MG para renovar seu contrato, que termina no fim desta temporada. Apesar da idade avançada, o zagueiro é titular absoluto do time mineiro e foi procurado pela diretoria para permanecer. Nesta sexta-feira, ele falou sobre o assunto sem especificar o quão encaminhada está a questão, mas garantiu ainda sentir "frio na barriga" antes de cada partida.

"É um misto de situações. As conversas já começaram. No decorrer deste fim de ano, vai acontecer alguma coisa. Eu me sinto bem, me sinto feliz. Ainda me dá um frio na barriga antes dos jogos. Acho que isso é o que move o atleta, essa felicidade, esse interesse de estar presente no dia a dia. Eu pretendo que isso continue", declarou.

Leonardo Silva, zagueiro do Atlético-MG
Leonardo Silva, zagueiro do Atlético-MG
Foto: Twitter/Atlético-MG / Estadão Conteúdo

O próprio Leonardo Silva, no entanto, ponderou sobre a permanência e admitiu que pode deixar o clube se entender que será o melhor para o Atlético-MG. "Isso vai acontecer num determinado momento, mas sem ansiedade, sem pressão. Minha preocupação no momento é fazer com que o Atlético esteja em cima, disputando títulos, para que consiga levantar taças, com minha permanência ou não."

No Atlético-MG desde 2011, Leonardo Silva fará neste domingo seu 32.º clássico diante do Cruzeiro, curiosamente seu clube anterior. A partida é importante para o time alvinegro, que pode se firmar de vez na zona de classificação para a Libertadores, enquanto o rival tem outros objetivos na temporada e entrará em campo com uma escalação alternativa.

"Temos que nos concentrar independente de quem jogar, da formação da equipe deles. Isso já é um padrão de jogo e, no clássico, tem que ser intensificado para não ter nenhum tipo de relaxamento e para que nenhuma surpresa aconteça", disse o zagueiro. "Encaramos com a mesma responsabilidade e o mesmo respeito. Não tem desvalorização de ninguém, precisamos ter a concentração e o foco de estar enfrentando o Cruzeiro e não os nomes que lá estão vestindo a camisa. É uma equipe forte, tem um elenco forte."

Estadão Conteúdo

compartilhe

comente

  • comentários
publicidade
publicidade