4 eventos ao vivo

Aguirre festeja fase do São Paulo, mas ainda vê "coisas a melhorar"

31 mai 2018
00h22
atualizado às 02h22
  • separator
  • 0
  • comentários

A vitória por 3 a 2 sobre o Botafogo, na noite desta quarta-feira, no Morumbi, fez o São Paulo dormir na liderança do Campeonato Brasileiro. O técnico Diego Aguirre, satisfeito com o desempenho de sua equipe neste início de competição, ainda vê margem para evolução.

"É importante estar nas primeiras posições, na liderança. Falta muito, mas o começo tem sido bom. Temos de seguir trabalhando. Aos poucos, o time vai entrosando e fico feliz por isso. Mas sinto que temos coisas a melhorar", ponderou o treinador uruguaio, em entrevista coletiva.

Diante dos cariocas, o Tricolor saiu atrás no marcador, mas respondeu com agressividade e virou o placar para 3 a 1 ainda no primeiro tempo. A intensidade, segundo Aguirre, foi fundamental para que a equipe conquistasse sua quarta vitória no torneio, sendo a terceira seguida.

"Gostei da intenção de recuperar a bola rapidamente, com transições rápidas para ter situações de gols. O contra-ataque foi bom. O time está pegando o conhecimento para ter mais potencial de ataque. Daqui a pouco, o São Paulo estará melhorando nesse sentido. Nossos atacantes estão em alto nível e isso facilidade as coisas", avaliou.

Aguirre refere-se ao trio ofensivo formado por Nenê, Everton e Diego Souza, autores dos gols do triunfo tricolor. Ciente da importância de cada um deles, o técnico decidiu poupar outros jogadores, como Bruno Alves e Reinaldo, que deram lugar a Anderson Martins e Edimar.

"Fiz trocas porque não posso mudar todo o elenco. Jogou Edimar, Anderson, Régis, Petros, Marcos Guilherme, jogadores que não tinham jogado no domingo, e podemos compensar as dificuldades físicas que ainda teremos. Faz parte de um planejamento. Em um jogo normal, é lógico que não tiraria Nenê, Diego e Everton, que são os melhores", explicou.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 16 pontos, dois a mais que o Flamengo, que pode recuperar a liderança diante do Bahia, nesta quinta-feira, no Maracanã. Independentemente da manutenção ou não do primeiro lugar ao final da oitava rodada, Aguirre está contente com o trabalho desenvolvido no clube do Morumbi, invicto há 11 jogos, mas pede para seus comandados não relaxarem.

"O ponto fundamental, além da aplicação, é a mentalidade, o espírito, o buscar de cada um as forças para superar as dificuldades. Os jogadores estavam sofrendo, tristes. Agora estão comprometidos. Temos que cuidar desse bom momento, valorizá-lo, mas trabalhar muito porque o Brasileiro é muito difícil. Você pode perder para qualquer um se não tiver 100%", concluiu.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade