4 eventos ao vivo

"A chegada de Cristiano Ronaldo ao futebol italiano é algo genial", diz Kaká

22 ago 2018
10h56
atualizado às 10h56
  • separator
  • 0
  • comentários

Desde que foi anunciado como novo reforço da Juventus, Cristiano Ronaldo vem ganhando elogios não apenas dos fãs dos atuais heptacampeões nacionais, como também de ex-companheiros de equipe. Nesta semana, foi a vez do brasileiro Kaká enaltecer a chegada do atacante ao futebol italiano, ressaltando que a presença do craque fará muito bem ao principal campeonato local.

"É genial contar com Cristiano Ronaldo na Série A, porque traz visibilidade, patrocinadores e interesse por parte da Imprensa de todo o mundo. Ronaldo traz muitas coisas à Série A e não apenas benefícios à Juventus. Liga dos Campeões? É claro que eles se tornam favoritos no momento que contratam Cristiano, mas temos sempre o Real Madrid, Barcelona e o Paris Saint-Germain, que está fortalecido com Mbappé", ressaltou Kaká em entrevista à Gazzetta dello Sport.

Curiosamente, Kaká é o último jogador a conseguir o feito de desbancar o domínio impressionante de Cristiano Ronaldo e Messi na premiação da Fifa de melhor jogador do mundo. Em 2007, o brasileiro, que tinha conquistado a Liga dos Campeões com o Milan, venceu pela primeira e única vez, deixando o craque argentina na segunda colocação e o goleador português na terceira posição.

Em 2009, Cristiano Ronaldo e Kaká foram partes essenciais do projeto do Real Madrid de formar mais uma equipe galáctica. Com a chegada dos dois últimos jogadores eleitos melhores do mundo, o clube madrilenho tinha como meta um time imbatível que conquistasse novamente a Liga dos Campeões. No entanto, o craque brasileiro não correspondeu como o esperado e o troféu da "orelhuda" só veio na temporada 2013/2014.

Também em entrevista à Gazzetta dello Sport, CR7 foi novamente assunto internacional ao falar sobre o que projeta para seu filho mais velho, Cristiano Júnior. "A verdade é que ele é muito competitivo. Ele é igual a mim e não gosta de perder em nada. Vai ser igual a mim, tenho cem por cento de certeza. É claro que ele é que terá de escolher o que quer fazer, mas terá sempre o meu apoio. Obviamente que gostaria que ele fosse jogador, porque acho que tem paixão pelo jogo de futebol".

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade