PUBLICIDADE

Frentista que bateu em assediador é convidada para lutar MMA

Mirian Damásio agrediu um homem que a abusou em posto de gasolina em Porto Alegre

23 mai 2022 18h10
| atualizado às 19h04
ver comentários
Publicidade

Dias depois de agredir um homem que a importunou sexualmente, Marian Damásio foi convidada para participar de um evento de MMA. A frentista de um posto de gasolina em Porto Alegre recebeu proposta de Wallid Ismail, criador do Jungle Fight, para lutar em agosto, no Rio de Janeiro.

- Ela é um símbolo. Imagina se ela consegue realmente ter uma vida melhor, ela vai servir de inspiração para várias guerreiras que têm a disposição, mas não vão treinar - disse Wallid Ismail, ao portal 'Gaúcha Zero Hora'.

- É um processo, não vou jogar ela contra uma pessoa que já seja profissional de alguma arte - completou o presidente do Jungle Fight. Segundo o portal, Mirian aceitou o convite e vai começar a treinar já nesta semana.

O caso ocorreu na última quarta-feira, quando um homem entrou na loja de conveniência do posto e passou a mão na perna da frentista. Imediatamente, a mulher revidou e bateu no assediador, que não reagiu. A sequência de golpes de Mirian chamou atenção e viralizou na internet.

- Ela é guerreira, isso é um fato, tem o que precisa para ser um lutador, que é a disposição, que é a vontade, a atitude. Agora a gente tem que saber como ela vai se comportar no dia a dia do treinamento, porque o treinamento de luta é muito duro - encerrou Wallid.

 

Frentista agrediu homem que a abusou em Porto Alegre (Reprodução)
Frentista agrediu homem que a abusou em Porto Alegre (Reprodução)
Foto: Lance!

 

Lance!
Publicidade
Publicidade