PUBLICIDADE
Logo do Fortaleza

Fortaleza

Favoritar Time

Vojvoda enaltece título, reconhece segundo tempo ruim e revela: "Estava ansioso"

Em entrevista coletiva, o treinador argentino enalteceu a conquista do tri do Nordestão, reconheceu o segundo tempo ruim de sua equipe e revelou nervosismo.

10 jun 2024 - 14h33
(atualizado às 14h33)
Compartilhar
Exibir comentários
O técnico Juan Pablo Vojvoda.
O técnico Juan Pablo Vojvoda.
Foto: Matheus Lotif/Fortaleza / Esporte News Mundo

O treinador Juan Pablo Vojvoda chegou à sua quinta taça no comando do Fortaleza na noite deste domingo (9). Após derrota para o CRB no tempo regulamentar, o técnico viu a sua equipe voltar a vencer uma disputa de pênaltis e conquistar o tricampeonato da Copa do Nordeste, depois de sequenciais eliminações. Em entrevista coletiva, o argentino enalteceu a competição, revelou nervosismo e reconheceu a superioridade do adversário na parte final do jogo.

- Um título é sempre importante para a história do clube, para a história dos jogadores, treinador e principalmente para o torcedor. Equipes grandes necessitam de títulos, e uma taça como a Copa do Nordeste, uma competição de uma região que tem muita paixão pelo futebol. Conquistar esta taça é realmente importante para todos que disputamos essa competição. - enalteceu Vojvoda.

É o terceiro título do torneio regional na história do Leão do Pici, e o segundo do treinador, que se tornou o único estrangeio bicampeão da competição.

- Estava ansioso, nervoso. Durante a partida, geralmente analiso o jogo, mas quando chega os pênaltis, não tenho muito o que fazer. Eu escolhi os cobradores, juntamente com a minha comissão técnica e decidimos. Somente o Pikachu pediu para cobrar o último e eu disse ''está bem, você cobra o último''. Mas eles treinaram pênalti, pois havíamos sofrido na Sul-Americana, no Estadual e na Copa do Brasil. - revelou o técnico.

Nas últimas três eliminatórias que disputou, o Tricolor de Aço foi eliminado em todas as oportunidades. Sofrendo o revés para a LDU, na decisão da Sul-Americana em 2023, para o Ceará, na final do Campeonato Cearense de 2024. Além da eliminação para o Vasco na terceira fase da Copa do Brasil deste ano.

- Não estávamos fazendo um bom jogo no segundo tempo. No primeiro tempo acho que foi um jogo que eles atacavam, nós atacamos e havia transições. Mas no segundo tempo, o CRB fez as coisas melhor que o Fortaleza, conseguiu os dois gols, mas sustentamos a partida mais um pouco e tivemos a chance de ganhar nos pênaltis. - analisou o comandante argentino.

Esporte News Mundo
Compartilhar
Publicidade
Seu Terra












Publicidade