0

Sem desfalques, Fortaleza aposta em retrospecto para superar o Fluminense

Atacantes Felipe Pires e Wellington Paulista não participaram de alguns treinos durante a semana, mas estão disponíveis para o jogo

7 set 2019
14h16
atualizado às 14h16
  • separator
  • 0
  • comentários

Em busca da segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro, o Fortaleza aposta no retrospectivo positivo para superar o Fluminense neste sábado, a partir das 17 horas, no Castelão, pela penúltima rodada do primeiro turno da competição. Os times já se enfrentaram em 11 oportunidades, com cinco vitórias do time cearense, quatro dos cariocas e dois empates. No último confronto, triunfo nordestino por 3 a 1.

Para o duelo deste sábado, o técnico Zé Ricardo optou pelo mistério e fechou os últimos treinos da equipe. O treinador não tem desfalque, além dos jogadores que já estavam entregues ao departamento médico, podendo assim escalar o que tem de melhor no duelo. As principais novidades são o volante Felipe e os atacantes Felipe Pires e Wellington Paulista. O trio vinha sendo poupado das atividades.

Zé Ricardo é o técnico do Fortaleza
Zé Ricardo é o técnico do Fortaleza
Foto: Reprodução/Fortaleza Twitter / Estadão

"A gente tem se adaptado o mais rápido possível. Ele vem com uma formação diferente do Rogério, no 4-1-4-1, mas defensivamente ele vem utilizando o 4-4-2. Os dois têm quase as mesmas características, mas a gente vem se adaptando para não sofrer tanto nos jogos", disse o volante Felipe.

Ederson e Diego Tavares, que passaram por cirurgias no joelho esquerdo, Matheus Alessandro e Nenê Bonilha, com lesões na coxa, além de Araruna, este em fase de transição para a preparação física, são os jogadores que estão hoje entregues ao departamento médico.

Após bater o Goiás por 2 a 0, o Fortaleza ocupa a 12ª colocação, com 21 pontos, com sete na frente da Chapecoense, que está em 17º lugar e hoje encabeça a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade