0

Peru reclama do CT do Fluminense e anuncia treino no Nílton Santos

5 jul 2019
14h34
atualizado em 7/7/2019 às 14h16
  • separator
  • 0
  • comentários

A seleção peruana e o Fluminense se desentenderam nesta sexta-feira. Se preparando para a final da Copa América, domingo às 16h (horário de Brasília) no Maracanã, a equipe sul-americana se irritou durante os treinamentos do dia no Centro de Treinamento do clube carioca e anunciou que não realizará mais treinos na instalação.

Com isso, o último trabalho antes da decisão contra a Seleção Brasileira acontecerá neste sábado, no estádio do Botafogo Nílton Santos, às 10h (horário de Brasília).

Segundo reportado pelo canal ESPN Brasil, o Peru alega que pediu a liberação da sala de coletiva para a realização da entrevista desta sexta-feira, mas o Fluminense não liberou. Os sul-americanos ainda pensaram em realizar a coletiva no hotel em que estão hospedados no Rio de Janeiro, mas devido a convenções que acontecem no local também não será possível e a entrevista foi cancelada.

Em contrapartida, o Fluminense alega que a finalista da Copa América não procurou o clube para contar com a sala de coletiva, e que mesmo assim, o Flu liberaria o espaço, mas os peruanos acabaram não aceitando.

Os peruanos também dizem que esperavam contar com as instalações da academia apenas para eles, mas tiveram que compartilhar com o elenco do Fluminense, que também treina no CT visando o retorno do Campeonato Brasileiro na próxima semana. O clube carioca alega que, no contrato firmado entre os dois, já estava previsto que a estrutura seria compartilhada devido a agenda do Flu.

O Fluminense ainda reiterou que a estrutura do clube foram bastante elogiadas pelas seleções durante a Copa América e não entende o desconforto dos peruanos. De qualquer forma, a seleção sul-americana pediu para não realizar mais treinamentos no CT e se preparará para a decisão da Copa América nas instalações do Botafogo, no Estádio Nílton Santos, no bairro do Engenho Novo, Zona Oeste do Rio.

Flores não preocupa para a final

Problemas a parte, uma boa notícia movimentou o treino da equipe de Ricardo Gareca. O atacante Edson Flores, que marcou o primeiro gol dos finalistas na vitória sobre o Chile por 3 a 0 na semifinal, trabalhou normalmente e não será um problema para o jogo de domingo.

O atleta sentiu dores no tornozelo direito e foi substituído no inicio da segunda etapa do duelo contra o Chile. Flores entrou definitivamente na equipe após corte de Farfán ainda na fase de grupos e deverá ser titular contra o Brasil na final.

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade