1 evento ao vivo

No G-4, Fluminense celebra série invicta, mas prevê 2º turno mais complicado

Vitória sobre o Santos foi o sétimo jogo seguido sem derrota do time carioca

26 out 2020
10h36
atualizado às 10h51
  • separator
  • 0
  • comentários
  • separator

O Fluminense confirmou o seu bom momento no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Santos por 3 a 1, domingo, no Maracanã, atingindo o sétimo jogo de invencibilidade, a sua maior série sem derrotas desde 2013. Mais do que isso, entrou no G-4, com a sequência de quatro vitórias e três empates, com 29 pontos, um desempenho que fez o técnico Odair Hellmann exaltar o seu elenco.

"Estou feliz pelo trabalho do grupo, pelo esforço, pela qualidade, pelo comprometimento dos jogadores, mesmo passando dificuldades em algumas partidas. Mantivemos a postura, união para retomar o melhor resultado no próximo jogo. Hoje, foi vitória do grupo. Não tínhamos todas as opções. Fortaleço a ideia de quem um grupo faz a diferença em um ano normal, imagina em um ano como esse", afirmou.

Eliminado da Copa do Brasil e da Sul-Americana, o Fluminense poderá se concentrar apenas no Brasileirão até o fim da temporada, um cenário bem diferente ao de vários dos seus adversários na briga por uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. Hellmann, porém, pede pés no chão, apontando que o segundo turno deverá ser ainda mais desafiante para a sua equipe.

"Estamos em uma posição que fizemos por merecer dentro do campo. Faltam muitos jogos pela frente e precisamos estar atentos. Futebol é como termina, não como começa e não como está no meio. O segundo turno é muito mais difícil. É a definição do campeonato, tanto na parte de baixo como em cima. Os jogos ficam diferentes, precisamos continuar somando para continuar nesse patamar. É jogo a jogo", disse.

O Fluminense voltará a jogar no sábado, quando visitará o Fortaleza, no Castelão, pela 19.ª rodada. O centroavante Fred e o meio-campista Dodi receberam o terceiro cartão amarelo no triunfo sobre o Santos e vão cumprir suspensão automática no fim de semana.

Estadão
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade