PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

No Dia da Consciência Negra, Fluminense lança web série: 'Herdeiros de Chico Guanabara'

O primeiro episódio vai ao ar às 20h, na FluTV. Dividida em 12 capítulos, a produção pretende mostrar a história do primeiro torcedor de futebol do Brasil, no século XX

20 nov 2021 15h13
| atualizado às 15h15
ver comentários
Publicidade

No Dia da Consciência Negra, o Fluminense anunciou o lançamento do primeiro episódio da web série "Herdeiros de Chico Guanabara", que vai ao ar às 20h, na FluTV. Dividida em 12 capítulos, a produção pretende aprofundar a história do primeiro torcedor de futebol do Brasil, no início do século XX: Chico Guanabara.

Fluminense lança oficialmente a web série: 'Herdeiros de Chico Guanabara' (Divulgação/Fluminense)
Fluminense lança oficialmente a web série: 'Herdeiros de Chico Guanabara' (Divulgação/Fluminense)
Foto: Lance!

Os episódios serão lançados mensalmente, nos dias 20 de cada mês, até outubro de 2022. A história de Chico Guanabara nasceu em um contexto sócio-histórico em que o futebol lera um esporte frequentado pela elite do Rio de Janeiro. No entanto, Chico, negro, favelado e capoeirista, construiu o "modo de torcer" de maneira singular.

Dessa forma, a série pretende navegar não só pela história do personagem, como por temáticas e nomes que fizeram a história do Fluminense. De Escurinho a Didi, de Cartola a Washington e Assis e de Jovelina Pérola Negra a Waldo. A produção também pretende discutir o racismo estrutural e suas implicações nos corpos negros, a Belle Époque e o uso do pó de arroz, a profissionalização do futebol brasileiro, entre outros temas importantes.

Além disso, trará a vilanização do Fluminense no contexto da "democracia racial", a cultura popular e sua relação com Laranjeiras, as torcidas associativas e suas práticas de sociabilidade, os ídolos negros e, por fim, o Fluminense como time de todos e de todas.

Temáticas importantes que mostram que o futebol é muito que apenas um esporte e reflete aspectos da sociedade que necessitam ser discutidos diariamente em busca de um mundo mais justo e igualitário.

Lance!
Publicidade
Publicidade