PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Marcão celebra vitória, analisa mudanças e projeta clássico: 'Vimos o Fluminense que a gente gosta'

Técnico do Fluminense destacou a importância da vitória no Brasileiro, elogiou desempenho de atletas e reforçou que quer a torcida presente no Fla-Flu

17 out 2021 19h12
| atualizado às 20h08
ver comentários
Publicidade

Neste domingo, o Fluminense venceu o Athletico-PR por 1 a 0, na Arena da Baixada, em jogo válido pela 27ª rodada do Brasileiro. Após a partida, que quebrou o jejum de três duelos sem a vitória, Marcão comentou sobre as mudanças que promoveu na escalação e analisou o desempenho de Marlon, Jhon Arias e John Kennedy, que foram titulares hoje.

- Um jogo que a gente precisava de alguém com a característica de ir por dentro, como o Arias, para furar a segunda linha do Athletico, porque eles jogam com dois volantes por dentro. Também um jogador com a característica de fazer o giro, de infiltração, um passe preciso pros homens de frente. Por isso optamos por ele e gostamos das ações - disse o treinador, antes de seguir.

- No segundo tempo, vimos que diminuiu um pouco de intensidade e optamos por mudar para preservar a parte física. O Marlon foi muito seguro, vinha há um tempo inativo mas estava treinando bem com a gente, e foi bem nas suas ações pelo lado. Marcou bem, fechou a linha, ofensivamente falando, fez ofensivas por dentro. E o John, que entrou por não termos o nosso 9, e por ele ter essa facilidade por dentro, fazer pivô, e contribuiu muito. Foram três jogadores que entraram e corresponderam - analisou Marcão.

- O Athletico tem uma característica, em que é difícil marcar, em algum momento se você não estiver concentrado, toma um gol. Temos que dar parabéns à equipe, porque hoje mais uma vez vimos o Fluminense que a gente gosta de ver: forte, seguro e construindo essa bela vitória importante - comentou o treinador do Flu.

Marcão já projetou clássico (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Marcão já projetou clássico (Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC)
Foto: Lance!

As modificações não apenas convenceram, como agradaram parte da torcida que vinha pedindo a entrada dos jogador. No entanto, Marcão afirmou que a avaliação externa não pesa sobre as decisões, mas sim as características necessárias para cada jogo e o dia a dia no clube.

- A gente fica feliz quando o torcedor joga junto, mas aqueles que entraram hoje... O Arias vinha jogando há muito tempo, nas duas partidas anteriores, ele produziu bem. A gente fez a mudança que o momento pedia. Tanto ele quanto o Cazares produziram bem contra o Corinthians. A gente precisava de um jogador daquela característica. Da mesma forma, o John [Kennedy]. O Raúl precisou voltar para a Argentina, aí aproveitamos para colocar um jogador mais leve - disse Marcão.

- Tivemos a segurança de colocar porque ele já estava indo bem no sub-20. O Danilo veio de uma sequência de jogos, e como já fiz com Martinelli, Samuel e agora com Luccas Claro, entre outros, em algum momento ele teria que ser poupado. A referência é o treino, jogo. Quem produzir, mostrar, pedir passagem, temos que ter sensibilidade da comissão técnica para ver a melhor hora de colocá-los.

Por fim, o técnico aproveitou para projetar o clássico entre Flamengo e Fluminense na próxima rodada, no Maracanã. O professor também destacou que a presença da torcida é fundamental em um jogo com esse, e prometeu um grande duelo.

- A gente quer muito o nosso torcedor no estádio para nos apoiar e colocar para frente. Tratando de um clássico como esse, você olhar para cima e ver que está cheio de torcedor, é motivo de satisfação. Sabemos que será um jogo difícil, independente de quais peças o Renato vai ter à disposição, mas da nossa parte vamos fazer de tudo para ser um grande jogo e somar três pontos.

Com o resultado, o Tricolor acumulou 36 pontos e subiu duas colocações, indo para a oitava posição na tabela. No próximo sábado, o Fluminense enfrenta o Flamengo, às 19h, no Maracanã, em jogo válido pela 28ª rodada do Brasileiro.

Lance!
Publicidade
Publicidade