0

Gabigol brilha no Fla-Flu e classifica Flamengo para a final

Atacante, que entrou na segunda etapa, empatou a partida e deu a classificação aos rubro-negros

6 abr 2019
21h12
atualizado às 21h19
  • separator
  • 0
  • comentários

O Fla-Flu decisivo da noite deste sábado no Maracanã terminou com o placar de 1 a 1, e garantiu o Flamengo na final do Campeonato Carioca de 2019. Com a vantagem do empate, o time rubro-negro foi superior ao Fluminense durante toda a partida, mas saiu atrás no placar com um gol de Gilberto, no primeiro tempo. Gabigol, que entrou na segunda etapa, empatou a partida e deu a classificação ao Flamengo.

Gabigol comemora com cartaz gol do Flamengo contra o Fluminense pela semifinal do Campeonato Carioca
Gabigol comemora com cartaz gol do Flamengo contra o Fluminense pela semifinal do Campeonato Carioca
Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA / Estadão

O Flamengo conhecerá o adversário da decisão do título neste domingo, quando Vasco e Bangu se enfrentam na outra semifinal do Estadual. As partidas finais serão nos próximos dois domingos, dias 14 e 21 de abril.

O Fluminense, eliminado no Carioca, volta suas atenções para a partida da próxima terça-feira, diante do Luverdense, pela partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. No confronto de ida, empate em 0 a 0 em Mato Grosso.

O Jogo

O Flamengo, mesmo com a vantagem do empate, entrou com uma postura ofensiva e marcando o Flu sob pressão na saída de bola. Ao contrário dos últimos embates entre as duas partidas, foi o Rubro-Negro quem controlou a posse de bola. Os primeiros 45 minutos foram de amplo domínio do Flamengo, mas os comandados de Abel finalizaram pouco.

O Fluminense, por sua vez, não conseguia se encontrar em campo, e não explorava o contra-ataque, apesar do espaço dado pelo Flamengo.

Aos sete minutos de bola rolando, a bola foi ao fundo da rede do Flu, mas o gol foi anulado. Everton Ribeiro cobrou falta da intermediária pela esquerda e acionou Pará do outro lado. O lateral cruzou, Rodolfo afastou de soco e William Arão, da altura da marca do pênalti, cabeceou para o gol. A arbitragem, entretanto, viu falta do zagueiro Léo Duarte sobre o goleiro do Flu.

FLAMENGO X FLUMINENSE - partida válida pela semifinal do Campeonato Carioca 2019, no estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã)
FLAMENGO X FLUMINENSE - partida válida pela semifinal do Campeonato Carioca 2019, no estádio Jornalista Mário Filho (Maracanã)
Foto: Magalhães Jr/Photopress / Gazeta Press

O Flu finalizou pela primeira vez aos 13, em chute fraco de Everaldo após boa jogada individual.

Com raros momentos de perigo, o jogo só esquentou no final da primeira etapa. Aos 35 minutos, Diego colocou Uribe na cara do goleiro do Flu, mas o árbitro assinalou impedimento mesmo sem o assistente levantar a bandeira.

Aos 43, Diego enfiou para Bruno Henrique, que se livrou do marcador e chutou cruzado. Rodolfo e um zagueiro tentarm cortar mas a bola seguiu viva na pequena área. Uribe se jogou para empurrar para dentro, mas Gilberto cortou quase em cima da linha.

A resposta do Flu foi fatal. Everaldo avançou pela esquerda e enfiou na ponta para Caio Henrique. O lateral improvisado levantou na área e achou Gilberto livre para cabecear no canto de Diego Alves e abrir o placar.

Gilberto comemora gol durante Flamengo x Fluminense pela semifinal do Campeonato Carioca, realizada no Maracanã, na noite deste sábado (6) ,no Rio de Janeiro
Gilberto comemora gol durante Flamengo x Fluminense pela semifinal do Campeonato Carioca, realizada no Maracanã, na noite deste sábado (6) ,no Rio de Janeiro
Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA / Estadão Conteúdo

O Flamengo voltou para o segundo tempo com Gabigol no lugar de Uribe, que deixou o campo mancando para o intervalo. Mais ligado após o papo no vestiário, o Rubro-Negro foi para cima em busca do empate.

Com um minuto de jogo, Diego avançou em velocidade e tocou para Bruno Henrique, que penetrava pelo meio da zaga. O atacante entrou na área pela esquerda e chutou cruzado. Rodolfo defendeu e impediu Gabigol de chegar na bola.

Dois minutos depois, Renê tocou para Everton Ribeiro. O meia fez grande jogada pelo meio, avançou e tocou por cobertura para William Arão. Dentro da área, o volante matou no peito, ajeitou e soltou a bomba, mas isolou a bola e perdeu grande chance.

O Fluminense respondeu aos 5. Bola cruzada da esquerda, a zaga cortou de cabeça mas mandou a bola do outro lado da área. Everaldo acertou chute de primeira e obrigou Diego Alves a grande defesa. No rebote, Yony chuta mal e manda longe do gol.

Pressão do Fla aos 8. Bola cruzada da direita, bate rebate na área, e a bola sobra para Diego. O camisa 10 mira o ângulo mas a bola é desviada para escanteio.

Aos 24, Renê enfia bola longa para a escapada de Gabigol pela esquerda. O atacante entrou na área e, quase sem ângulo, mandou uma pedrada entre o goleiro e a trave e Rodolfo deixou passar: 1 a 1.

O Fluminense tentou ir para frente e Fernando Diniz fez duas alterações, colocando os atacantes Marcos Calazans e João Pedro nos lugares do volante Dodi e do zagueiro Nino. Mas o Flamengo não recuou e continuou em cima em busca da virada.

O clima do jogo esquentou mas não foi crítico como nos últimos dois clássicos entre as duas equipes. O Flamengo controlou bem a partida nos minutos finais, e esteve mais perto do segundo gol do que o Tricolor, que tentava o ataque sempre desorganizado.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 1 FLUMINENSE

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 6 de abril de 2019 (Sábado)

Horário: 19h(de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo (RJ)

Assistentes: Rodrigo Henrique Corrêa (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ)

Renda: R$ 1.491.472,00

Público: 46.128 (43.035 pagantes)

Cartões amarelos: Gilberto, Nino, Bruno Silva (Flu); Bruno Henrique, William Arão, Gabigol, Vitinho, Everton Ribeiro (Fla)

Gols:

FLAMENGO: Gabigol, aos 24 min do 2º tempo

FLUMINENSE: Gilberto, aos 44 min do 1º tempo

FLAMENGO: Diego Alves, Pará, Léo Duarte, Rodrigo Caio e Renê; Gustavo Cuéllar, William Arão e Diego (Arrascaeta); Éverton Ribeiro, Uribe (Gabigol) e Bruno Henrique (Vitinho)

Técnico: Abel Braga

FLUMINENSE: Rodolfo, Gilberto, Matheus Ferraz, Nino (João Pedro) e Caio Henrique; Bruno Silva, Dodi (Marcos Calazans) e Daniel (Allan); Everaldo, Luciano e Yony González

Técnico: Fernando Diniz

Gazeta Esportiva Gazeta Esportiva
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade