PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Fluminense vence América-MG e mantém vivo sonho da Liberta

Em confronto direto, Tricolor faz o dever de casa e vence por 2 a 0 o Coelho, no Maracanã. Luiz Henrique e Fred marcaram os gols da vitória dos cariocas, na 34ª rodada do Brasileirão

21 nov 2021 19h09
| atualizado às 19h18
ver comentários
Publicidade
Fred desencantou e voltou a marcar na vitória do Fluminense sobre o América-MG (Foto: Lucas Merçon / Fluminense)
Fred desencantou e voltou a marcar na vitória do Fluminense sobre o América-MG (Foto: Lucas Merçon / Fluminense)
Foto: Lance!

Em confronto direto, o Fluminense contou o apoio e a festa da torcida para vencer o América-MG por 2 a 0, no Maracanã, pela 34ª rodada do Brasileirão. Os gols da vitória foram marcados por Luiz Henrique e Fred. Com o triunfo, o Tricolor subiu para sétimo, com 48 pontos, e mantém vivo o sonho de uma vaga na próxima edição da Copa Libertadores. O Coelho segue com 45, na décima colocação.

O próximo compromisso do Fluminense será realizado na quarta-feira, às 21h30, contra o Internacional, também no Maracanã. O América Mineiro, por sua vez, entra em campo no mesmo dia, porém meia hora mais cedo, diante da já rebaixada Chapecoense, na Arena Independência. As partidas serão válidas pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O jogo

Antes do início da partida, todos os jogadores e árbitros se ajoelharam e fizeram o gesto antirracista. No uniforme de cada jogador do Fluminense, estavam estampados grandes nomes de personalidades negras da história do clube. Ações de ambas as equipes em prol da Consciência Negra e contra o racismo presente em nossa sociedade.

Com a bola rolando, o Tricolor incomodou o adversário no primeiro minuto com uma rápida chegada de Caio Paulista. O atacante recebeu na frente e bateu cruzado, mas a bola foi para fora. Com mais posse de bola, os donos da casa voltou a finalizar com Yago Felipe, que dominou na entrada da área, mas finalizou nas mãos de Matheus Cavichioli.

Apesar de ter mais volume, os cariocas pecavam na falta de agilidade nas transições ofensivas. Na marcação, deram pouco espaço ao América Mineiro, que só chutou a gol aos 32. Felipe Azevedo recebeu na intermediária e arriscou, mas a bola passou longe da meta de Marcos Felipe.

O Fluminense tentava abrir o placar, mas não conseguia ser efetivo na frente. Porém, em uma cobrança de falta do lateral-esquerdo Marlon, o sistema defensivo do América Mineiro errou ao tentar aplicar a linha de impedimento. Na sequência da jogada, Nino tocou para Luiz Henrique, com a camisa de Chico Guanabara, que colocou a bola no fundo da rede.

Na volta do intervalo, os visitantes abriram mais o jogo e foram ao ataque. Ademir tentou duas finalizações com perigo, porém uma foi para fora e a outra parou nas mãos de Marcos Felipe. Pelo lado tricolor, Jhon Arias tentou dois cruzamentos na área, mas não conseguiu assustar.

Depois de uma falta, Cazares cobrou rápido e encontrou Jhon Arias na área. O atacante foi derrubado pelo defensor Eduardo Bauermann, e Héber Roberto Lopes assinalou o pênalti. Na cobrança, Fred desencantou e voltou a marcar com a camisa do Fluminense. O ídolo balançou a rede pela décima terceira vez contra o América Mineiro em sua carreira, e estava com a camisa de Waldo, o maior artilheiro da história do clube.

No fim, o Tricolor valorizou o resultado e passou a controlar a partida. Restou ao América Mineiro tentar alguns ataques, mas foram em vão. Os cariocas conseguiram sair de campo com três pontos importantes na luta por uma vaga na competição continental, e travou a boa sequência do Coelho. A torcida fez uma bonita festa e comemorou bastante a vitória.

Lance!
Publicidade
Publicidade