0

Fluminense estabelece prioridade: fugir do rebaixamento

23 ago 2019
12h30
atualizado às 12h46
  • separator
  • 0
  • comentários

O Fluminense conseguiu um empate improvável na partida com o Corinthians (0 a 0), na noite dessa quinta, no campo do adversário, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. Encheu assim sua torcida de esperanças de que pode avançar ao menos até a fase semifinal. Como sonhar não custa nada, parte dos tricolores já acredita até mesmo no título da competição, o que garantiria a presença do Fluminense na Libertadores de 2020.

Frazan do Fluminense durante a partida entre Corinthians e Fluminense, válida pela Copa Sulamericana 2019; partida terminou no 0 a 0.
Frazan do Fluminense durante a partida entre Corinthians e Fluminense, válida pela Copa Sulamericana 2019; partida terminou no 0 a 0.
Foto: Newton Menezes / Futura Press

Faltariam para isso apenas cinco jogos ...

Se vai muito bem na Sul-Americana, o Fluminense vive um pesadelo no Brasileiro, onde ocupa a 18ª posição, com 12 pontos. Foi exatamente por causa desse drama que a diretoria decidiu demitir o técnico Fernando Diniz e contratar Oswaldo de Oliveira, que chega sob críticas de uma parcela considerável de torcedores, em razão do fracasso de seus últimos trabalhos.

Nas Laranjeiras, ninguém admite uma nova queda do clube carioca, que já chegou até a disputar a Série C do Brasileiro, em 1999, e esse foi o tom da primeira conversa dos dirigentes com o novo reforço. Etapas foram estabelecidas: a primeira delas é sair o mais rápido possível das últimas posições.

Claro, sem deixar de dar atenção especial à Sul-Americana, o que já vem sendo feito. O técnico vai ser apresentado oficialmente na segunda-feira (28).

Dos sete times que dividem o Brasileiro com a Sul-Americana ou a Libertadores, o Fluminense é o mais irregular e o único que não se poder dar ao luxo de poupar titulares na competição mais importante do País para se concentrar no torneio continental. Por dois motivos: falta de um elenco minimamente razoável e para não ficar mais vulnerável ainda no Brasileiro.

Veja também:

 

Fonte: Silvio Alves Barsetti
  • separator
  • 0
  • comentários
publicidade