PUBLICIDADE
Logo do

Fluminense

Meu time

Fluminense deixa a desejar no setor ofensivo e perde para o Juventude em noite de pouca inspiração

Em noite de pouca criação e erros defensivos, Fluminense foi dominado no Estádio Alfredo Jaconi pelo Juventude, que saiu da zona de rebaixamento com a vitória

17 nov 2021 22h31
ver comentários
Publicidade

Nesta quarta-feira, o Juventude venceu o Fluminense por 1 a 0, no Estádio Alfredo Jaconi, em jogo válido pela 33ª rodada do Brasileiro. Ainda no primeiro tempo, Vitor Mendes abriu o placar para o mandante, que conseguiu segurar o placar na segunda etapa. Com dificuldade para criar,

Vitor Mendes abriu o placar para o Juventude ainda no primeiro tempo (Foto: Lucas Merçon / Fluminense)
Vitor Mendes abriu o placar para o Juventude ainda no primeiro tempo (Foto: Lucas Merçon / Fluminense)
Foto: Lance!

ATAQUE TRICOLOR

O Fluminense começou o jogo controlando a posse de bola. Pelo meio, a equipe tentou suas primeiras investidas. Aos quatro minutos, Calegari arriscou um chute de fora da área, que passou por cima da trave. No lance seguinte, Nonato adiantou e rolou para Lucca, que não teve sucesso na tentativa de cruzamento e deixou o lance para o goleiro Douglas.

REAÇÃO DO JUVENTUDE

O Juventude sentiu o domínio tricolor e ensaiou uma reação. Aos sete minutos, Dawhan experimentou finalizar de longe, mas a bola não ofereceu perigo. Aos 13 minutos, Calegari adiantou a jogada de ataque, que foi cortada por Paulo Henrique. Na sequência, a zaga do Alviverde desviou um lançamento de Marlon para John Kennedy, que estava na área.

PLACAR ABERTO

Aos 16 minutos, Wescley recebeu de Capixaba e chutou forte, mas Marcos Felipe fez a defesa. Dois minutos depois, Ricardo Bueno aproveitou a cobrança de escanteio para cabecear para Vitor Mendes que, também de cabeça, abriu o placar para o Juventude.

PRESSÃO ALVIVERDE

Com o gol, o time da casa ganhou confiança e passou a pressionar a saída de bola do Fluminense. Aos 22 minutos, Capixaba aproveitou a sobra na área e levou perigo à meta tricolor. O carioca ainda conseguiu chegar na área em dois momentos seguintes com John Kennedy, mas não havia ninguém para receber.

LÁ E CÁ

O Flu foi chegando aos poucos e, aos 30 minutos, Lucca finalizou da entrada da área, mas não teve sucesso. Aos 33 minutos, Guilherme Castilho mandou uma bomba para a meta de Marcos Felipe, mas o goleiro espalmou. Aos 39 minutos, Ricardo Bueno cruzou para Guilherme Castilho finalizar. O lance passou sobre a trave do Tricolor.

QUE DEFESA!

Aos 40, Lucca se adiantou na área e tentou cruzar para Caio Paulista, mas Douglas estava atento e afastou o perigo. No último minuto da primeira etapa, Marcos Felipe brilhou ao fazer três defesas em sequência, após cobrança de falta e dois rebotes do Juventude.

COMEÇA O SEGUNDO TEMPO

Com a vantagem, o Juventude voltou do intervalo determinado, e pressionou o adversário. Aos dois minutos, Wescley rolou para Ricardo Bueno, que finalizou forte. A bola desviou na defesa tricolor e terminou nas mãos de Marcos Felipe. Aos sete minutos, Ricardo Bueno tentou alcançar Wescley com um cruzamento, mas o lance foi afastado pela zaga.

QUASE O SEGUNDO

Depois da pressão inicial, o jogo esfriou. Foi somente aos 15 minutos que a emoção voltou, quando Jadson finalizou perto do travessão em um rebote. No lance seguinte, Guilherme Castilho também tentou ampliar a vantagem, e teve o chute desviado pelo zagueiro Nino. Aos 17 minutos, Vitor Mendes saiu da marcação de Calegari e cabeceou para o gol, mas falhou na pontaria.

TRICOLOR SUFOCADO

O Juventude seguiu dominando a segunda etapa do jogo. Aos 23 minutos, Guilherme Castilho invadiu a área mas sofreu o corte de Nino. A equipe reclamou de pênalti, alegando toque de mão, mas a arbitragem não marcou. O Tricolor seguiu com dificuldades para quebrar a primeira linha adversário, e só conseguiu se defender durante os primeiros 30 minutos do segundo tempo.

REAGE O FLUMINENSE

Contudo, o Fluminense buscou reagir depois da metade da etapa. Aos 30, Marlon aproveitou um lance de oportunidade e cruzou para Abel Hernández, que não conseguiu fazer a recepção. Logo que entrou em campo, aos 32 minutos, Daniel cruzou para a área. Douglas agarrou.

FIM DE JOGO

O Tricolor ainda tentou ocupar a área adversário, mas não conseguiu levar perigo à meta de Douglas nos minutos finais. Aos 48 minutos, Chico invadiu a área do Flu e arriscou o segundo, mas errou. Assim, o Juventude encerrou a noite com a vitória e fora da zona de rebaixamento. O Fluminense, por sua vez, permanece com 45 pontos, na oitava colocação.

FICHA TÉCNICA

JUVENTUDE x FLUMINENSE

Data e horário: 17/11/2021, às 20h30

Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (MG)

Assistentes: Celso Luiz da Silva (MG) e Felipe Alan Costa de Oliveira (MG)

Árbitro de vídeo: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)

Cartões amarelos: Lucca (46'/1°T); Arthur Nogueira (médico do Fluminense/45'2°T)

Cartões vermelhos: -

Gols: Vitor Mendes (18'1°T)

JUVENTUDE (Técnico: Jair Ventura)

Douglas; V. Mendes, R. Forster P. Henrique, Jadson (Ricardinho/27'2°T); Dawhan, William M. G. Castilho, Wescley (Chico/19'2°T); R. Bueno (Roberson/40'2°T) e Capixaba (Rafael Bilu/40'2°T).

FLUMINENSE (Técnico: Marcão)

Marcos Felipe; Calegari (Daniel/31'2°T), Nino, David Braz, Marlon; André, Nonato (Jhon Arias/19'2°T), Yago Felipe (Gustavo Apis/40'2°T); Caio Paulista (Cazares/0'2°T), Lucca e John Kennedy (Abel Hernández/0'2°T).

Lance!
Publicidade
Publicidade